O valor global de investimentos apoiados pela Prefeitura em 2013 alcançou R$ 372 milhões, com uma previsão de oferta de mais de 11 mil empregos diretos na capital. Os dados foram divulgados pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Semdec).

Para Fábio Nery, secretário da Semdec, esses investimentos são resultados da consolidação da política de atração de investimentos voltados à produtividade econômica local como principal estratégia frente à conjuntura econômica nacional. “Podemos frisar nesse sentido a intervenção, estruturação, e reordenamento nos Polos Empresariais, o apoio à qualificação profissional na área do turismo, além do fortalecimento do conceito turístico aplicado à Teresina como destino para as áreas de negócios, saúde e de eventos”, avalia.

No que se refere à atividade empresarial, a gestão atual da Prefeitura de Teresina se coloca como referência na atração de investimentos, bem como no amparo legal deste segmento. Nesse sentido podemos destacar a reformulação da lei 2.528/ 97, que prevê isenção do ISS nas obras de construção civil para a implantação de plantas industriais.

Em relação às plantas industriais, podemos destacar dois grandes empreendimentos dentre os 25 beneficiados este ano: a Crown, do segmento de embalagens de alumínio, que investirá em Teresina aproximadamente R$200 milhões, se consolidando como o maior investimento individual dos últimos 30 anos, e o Laboratório Sobral, que vai investir aproximadamente R$54 milhões.

Outro elemento de fundamental importância para legitimar a função da Secretaria enquanto instrumento de atração de investimentos foi a aprovação, por unanimidade, na Câmara Municipal de Teresina da lei 4410/2013, que atrai o segmento de Call Center, atividade que atualmente é que mais cria novos postos de trabalho em Teresina, segundo dados do Ministério do Trabalho e Emprego.

A empresa Vikstar, que atua neste ramo, já está em operação e emprega atualmente 2.100 colaboradores, com previsão de chegar a 5.000 até julho de 2014. Ainda no segmento de Call Center, mais duas empresas estão em fase de implantação: A Almaviva, que recebeu recentemente o decreto de isenções fiscais, e vai empregar mais de 2000 pessoas a partir de fevereiro de 2014 com sua sede no bairro Dirceu, além de outro empreendimento da mesma magnitude no bairro Mocambinho (zona norte).

A Estação Aduaneira de Teresina também foi uma das preocupações da Prefeitura, ao firmar parceria com órgãos da esfera estadual no processo de criação do CLIA (Porto Seco), a ser implantada pelo Governo do Estado, cuja operacionalização corresponde ao desembaraço aduaneiro de mercadorias importadas ou exportadas pelo Estado. Caberá à gestão municipal o processo de transferência territorial da área de 10,8 hectares do Polo Empresarial Sul para abrigar o Porto Seco.

Na área do turismo, está em plena execução o programa “Viver + Teresina”, lançado no Dia Mundial do Turismo (27/09), que foi o ponto de partida para todas as ações ligadas ao turismo realizadas pela Prefeitura de Teresina. A partir daí podemos destacar a parceria entre a Semdec e a Fundação Cepro na realização de uma pesquisa de demanda turística, o que fez com que a Semdec firmasse a visão do potencial turístico de Teresina para negócios, eventos e saúde, a partir dos dados obtidos na pesquisa.

Podemos citar ainda a participação da secretaria na Feira de Turismo das Américas e na Feira de Gramado, que muito contribuíram para que pudéssemos divulgar o trabalho da Prefeitura voltado para o Turismo, o processo de reforma e instalação dos Centros de Atendimento ao Turista (CAT), e os convênios de parceria entre a Semdec e a Fundação Wall Ferraz e a FUNACI, visando realizar qualificação profissional na área do turismo.

A mão-de-obra oriunda desses cursos (Relações Interpessoais, Inglês Conversação e Condutor de Turismo local) já está sendo absorvida através da operacionalização dos Centros, atualmente em funcionamento no Parque Encontro dos Rios e no Complexo Turístico da Ponte Estaiada.

Dentro do “Viver+ Teresina” está sendo realizado também o programa “Teresina + Negócios”, que pretende alavancar esforços junto aos setores que mais se destacaram na pesquisa apresentada em setembro para que seja criada a partir de então uma rede de vantagens e benefícios aos que visitarem a capital com esta finalidade, através de uma carteirinha a ser distribuída nos meios de hospedagem para quem vier visitar Teresina, juntamente com o material promocional produzido pela Semdec.

Esforços, resultados, respostas, ações. É assim que a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo atua no sentido de cada vez mais fazer com que Teresina seja, em todos os aspectos, um lugar melhor de se viver e prosperar.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).