A Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Concessões e Parcerias (SEMCOP), Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC), Secretaria Municipal de Administração (SEMA) e Secretaria de Desenvolvimento Urbano (SEMDUH), está elaborando um projeto de eficientização energética dos prédios públicos ligados à gestão municipal. Com isso, a Prefeitura espera reduzir a conta de energia em torno de 30 a 40%.

De acordo com a secretária da SEMCOP, Monique Menezes, a substituição de alguns equipamento pode levar a uma economia significativa para os cofres públicos. “O objetivo desse projeto é substituir lâmpadas, condicionadores de ar e outro equipamentos, de modo a reduzir de forma significativa essa conta de energia dos prédios públicos municipais. Esperamos que seja uma redução de até 40%, se considerarmos que a conta anual dos prédios públicos no ano passado foi de aproximadamente R$ 20 milhões, ou seja, vamos economizar no mínimo R$ 6 milhões por ano”, explicou.

Para dar seguimento ao projeto, a Prefeitura realizará no próximo dia 26, um treinamento com uma equipe de 23 estagiários, estudantes de arquitetura e engenharia. Esse grupo será responsável por realizar o levantamento sobre tipos de lâmpadas, aparelhos de ar condicionado e outros equipamentos em mais de 700 prédios públicos. Esses dados irão subsidiar os estudos necessários para a eficientização. Além disso, essas informações serão usadas para outras ações da Prefeitura.

“Essas informações serão importante para a PMT em outros projetos, em outras áreas de atuação, uma vez que teremos um levantamento completo da estrutura dos prédios públicos. São dados qualificados que irão mostrar a realidade dessas estruturas”, afirmou.

Além disso, a SEMCOP e SEMDEC, por meio do projeto de eficientização energética, estão realizando uma parceria para a construção de usinas fotovoltaica, que são usinas que trabalham a geração de energia elétrica para fins comerciais usando a energia solar pela conversão fotovoltaica.

“É uma tendência mundial essa troca de equipamento para o uso da energia de forma mais consciente e econômica. Um exemplo disso é a exploração da energia solar, que acredito que seja o futuro, principalmente em Teresina, que temos todo esse potencial. Nesse sentido, partindo desse projeto, a SEMCOP e a SEMDEC estão fazendo uma parceria com o intuito de viabilizar a construção de usinas fotovoltaica, que futuramente poderão estar resolvendo o problema das contas da Prefeitura e melhorar a questão energética também das indústrias que se estabelecem na capital”, pontuou o secretário da Semdec, Venâncio Cardoso.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).