Semdec promove uso de tecnologia no agronegócio na Segunda ExpoTeresina e II Arraiá dos Municípios

Com a ideia de abrir espaço para startups voltadas para o agronegócio, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec) vai promover uma minifazenda, com o uso de animais de brinquedo, que vai simular situações reais de ferramentas tecnológicas dentro de uma fazenda. A ação vai ocorrer na Segunda ExpoTeresina e II Arraiá dos Municípios, evento que ocorre do dia 21 a 24 de deste mês no Parque de Exposição Dirceu Arcoverde, em Teresina.

Segundo o gerente de Tecnologia e Inovação da Semdec, Joselé Elias Martins, a minifazenda tem dois objetivos básicos, levar as crianças do evento a interagir com os animais de brinquedo, vivenciando situações que podem usar tecnologia de uma fazenda, enquanto programadores voltados para esse segmento apresentam suas soluções aos pais.

“Na minifazenda, por exemplo, nós colocaremos um boi de brinquedo com um brinco, que na verdade é um microchip. Enquanto isso, uma startup estará conversando com o adulto explicando como aquele microchip pode oferecer inúmeras informações na palma da mão através de um app instalado no smartphone”, explicou o gerente.

De acordo com o secretário da Semdec, Venâncio Cardoso, a secretaria tem como objetivo ceder espaço qualificado para que as startups voltadas ao agronegócio encontrem seu público e assim consigam impulsionar seu trabalho.

“O agronegócio representa uma boa fatia da economia no Brasil e sabemos que a mecanização da lavoura, da agricultura é algo cada vez mais real no nosso país. A Semdec quer promover esse encontro entre necessidades, ideias e soluções, levando quem trabalha com tecnologia para perto de quem trabalho com o agronegócio”, explicou o secretário.

Entre as startup que estarão atuando na minifazenda na Segunda ExpoTeresina, estão a Gado Azul, startup genuinamente teresinense que tem como proposta inovar a pecuária no Brasil, oferecendo soluções de controle de uma fazenda através de equipamentos e softwares modernos.

Prefeitura lança terceira edição da Semana Global de Empreendedorismo

A terceira edição da Semana Global de Empreendedorismo de Teresina (SGE), que ocorrerá nos dias 16, 17 e 18 de novembro, foi lançada na noite desta segunda-feira (14), no auditório do Uninovafapi, com a palestra “Como o empreendedorismo digital pode melhorar nossa cidade”. O evento, que tem como objetivo disseminar a cultura empreendedora, terá como diferencial nesta edição o uso da tecnologia.

Durante a abertura do evento, o prefeito de Teresina Firmino Filho destacou que só através do empreendedorismo é que uma cidade pode crescer economicamente sem depender apenas do Estado. “Não teremos uma economia dinâmica sem que tenhamos empreendedores. Sem termos pessoas dispostas a assumir riscos, encontrar novos mercados. Existe a necessidade de quebrarmos esses paradigmas que nos prendem a miséria e subdesenvolvimento. Nossa forma deve ser reinventada. Não é feio acreditar em si mesmo. Não é feio lutar pelo seu próprio negócio”, disse.

O gestor lembrou ainda que em Teresina a cultura entre os jovens é muito voltada ao concurso público, e que um evento da magnitude da Semana Global é uma oportunidade para exercitarmos o ‘fazer diferente’. “Nós temos uma cultura que diz: Não! Vai ter que estudar para próximo concurso. Busque o seu concurso público. Esse é o modelo mental que adotamos. E esse temos que combater. A cultura estatizante está falida. Os jovens líderes, pessoas que querem construir um projeto diferente, precisam deixar sua marca própria e esta é uma grande oportunidade”, pontuou Firmino Filho.

3fb7bf3866

A educadora e empresária Vaulete Sá está participando pela terceira vez da SGE Teresina e, segundo ela, o evento possibilitou a sua empresa um maior número de clientes, além do aumento da sua rede de contatos. “Eu acredito no empreendedorismo coletivo e é por isso que estamos aqui comentando esse movimento. Para o meu negócio, para meu empreendimento, tanto participei como contribui. Pra gente alavancou os negócios, melhorou a rede de contatos, captando novos clientes. Outro ponto foi o aumento das parcerias, tivemos espaços dentro do evento pra ampliar nossa competitividade. Tenho certeza que será mais um evento inovador este ano”, explicou Vaulete.

A união entre o poder público, a academia e a iniciativa privada é uma fórmula que poderá render bons frutos ao município e sobretudo aos jovens que participarem dessa edição. De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), Aluísio Sampaio, “a ideia aqui é juntar a academia, o governo e a iniciativa privada para que possamos juntos estruturar essa semana que acontece em todo o mundo. Certamente, com a contribuição desses três entes, nós vamos estruturar o evento com grandes palestrantes, para disseminar e desenvolver a ideia do empreendedorismo no meio dos nossos jovens”, disse o secretário.

Área digital

O espanhol formado em Engenharia de Telecomunicação e mestre em Administração de Empresas, Ignácio Franganillo, abordou os aspectos de como empreender na área digital, utilizando as ferramentas de aplicativos e soluções na internet. Ele lembra que é mais do que necessário essa união de todas as camadas institucionais para que haja um desenvolvimento e pessoas dispostas a empreender. “Os empreendedores tem essa capacidade de desenvolver a cidade em que vivemos”, disse.

9b1a50e491

A Semana Global de Empreendedorismo está presente em diversos países, e no Brasil, o evento é de responsabilidade do Instituto Endeavor de Empreendedorismo. No Piauí, a sua realização é capitaneada pela Prefeitura de Teresina por meio da Semdec.

Prefeitura abre pré-inscrição para o Programa Pense Grande

A Prefeitura de Teresina em parceria com a Fundação Telefônica lançará neste mês de agosto o Programa Pense Grande, voltado para jovens entre 15 e 29 anos, residentes em áreas carentes. O programa é um projeto nacional da Fundação Telefônica voltado para o segmento de empreendedorismo social.

Neste sábado (05), a Prefeitura, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), iniciará a pré-inscrição na terceira edição do ‘Teresina Em Ação’, no bairro Poti Velho, zona Norte da capital. O objetivo da pré-inscrição será o cadastramento de jovens interessados em participar do Programa, em especial, do primeiro eixo: a Mobilização dos jovens através das Oficinas.

O programa será implementado em três áreas da capital nos dois Centros de Artes e Esportes Unificados (Ceu’s) Norte e Sul, e na região do complexo Lagoas do Norte, por meio da Semdec. Neste primeiro ano, serão executados dois eixos do Programa: a Mobilização dos jovens, com a realização de oficinas de até 100 minutos e a formação na área de empreendedorismo social, com cursos de 60 horas.

As oficinas procuram despertar o interesse dos jovens para o empreendedorismo social e tecnológico. Os formadores realizam dinâmicas que buscam o empoderamento dos jovens, uma reflexão dos problemas locais, bem como possíveis soluções e oportunidades para a transformação de suas vidas e da comunidade.

Segundo o secretário da Semdec, Aluísio Sampaio, nesse semestre a intenção é alcançar passos largos com relação a atuação do Programa. “Pretendemos levar mais essa fonte de informação e de transformação aos jovens das áreas consideradas socialmente vulneráveis. O projeto mostrará o poder que eles têm nas mãos para modificar o próprio meio em que vivem através do empreendedorismo, vamos empoderá-los. Nossa meta é mobilizar até 3.500 jovens, ainda este ano. Esse é um projeto de sucesso que já funciona em outras capitais, como é o caso da cidade de São Paulo”, ressaltou Aluísio.


Como vai funcionar?

Serão executados, ainda este ano, os eixos Mobilizar, entre os meses de agosto e dezembro; e Formação, entre outubro e dezembro. Na mobilização, cerca de 100 colaboradores estarão acompanhando os jovens nas Oficinas que terão duração de até 100min cada, nos três turnos.

Os horários das oficinas serão estabelecidos, de acordo com a demanda das comunidades. A Semdec contará com uma equipe de formadores disponíveis nos três turnos. Já as turmas de Formação ocorrerão nos sábados.

O Programa Pense Grande é composto por 4 eixos: Mobilizar, Formar, Apoiar e Fortalecer. Os dois eixos – Apoiar e Fortalecer – serão executados a partir de 2018. O Apoio envolve o investimento de recursos intelectuais, sociais e financeiros no desenvolvimento de empreendimentos dos jovens. Já o Fortalecimento busca consolidar as redes de conhecimento e investimento das iniciativas dos jovens empreendedores.

Metas da SEMDEC

De acordo com a Gerente Joana Lima, a meta do Eixo Mobilizar é a participação de 3.500 jovens nas Oficinas até dezembro de 2017. E a formação no eixo Formar de até 450 jovens.

A iniciativa desta parceria é parte das ações voltadas ao aniversário de Teresina, que este mês completa 165 anos. O lançamento oficial do Programa ocorrerá no dia 14 de agosto, no Auditório Caneleiro do Uninovafapi, às 19hs. O evento será aberto a toda comunidade.

PMT e Jucepi tratam de parceria para melhorar ambiente de negócio em Teresina

O Ambiente de Negócio de Teresina pautou a reunião entre a Prefeitura e a Junta Comercial do Piauí (Jucepi), nesta quinta-feira (13). O tema já vem sendo discutido nas esferas pública e privada como fator determinante para o avanço do crescimento econômico dos municípios.

Representando a Prefeitura de Teresina, o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), Aluísio Sampaio, sugeriu à presidente da Jucepi, Alzenir Porto, uma parceria que vise esclarecer as etapas a serem percorridas por aqueles pequenos e médios empreendedores na hora de optar pela formalização do seu negócio.

“Pretendemos estreitar cada vez mais os laços entre os órgãos do município e do Estado, a fim de facilitar por meio da informação os tramites para quem quer investir na nossa cidade. Hoje, uma de nossas prioridades é buscar esse diálogo com a Junta Comercial e as outras entidades envolvidas, como por exemplo, o Sebrae, para que haja mais celeridade no processo de simplificação da abertura de empresas, o que já vem acontecendo de forma bastante positiva”, disse o secretário Aluísio Sampaio.

A presidente da Jucepi manifestou apoio ao gestor municipal, colocando à disposição de Teresina as informações necessárias sobre o andamento dos processos que simplificam a abertura de uma empresa, e aceitando posteriores parcerias com palestras informativas. “A Junta Comercial está à disposição do município para levar estas informações mais próximo da população, principalmente, àqueles que querem abrir uma empresa. Palestras informando como funciona todo o processo é uma ideia que podemos adotar em parceria com a Prefeitura e outros setores que tratam do assunto”, esclareceu Alzenir.

Nesse aspecto, a cidade de Teresina vem ganhando conotação positiva, segundo mostrou o último Índice das Cidades Empreendedoras 2016 (ICE), elaborado pelo Instituto Endeavor. A capital piauiense está na 7º posição do tópico Ambiente Regulatório, tendo um avanço significativo de 25 pontos comparado ao ano de 2015. Na avaliação, três pontos foram sub determinantes: o tempo de processo, custos de impostos e complexidade tributária.

RedeSim e Teresina: repasse de dados para facilitar abertura de empresas está em fase final

Em ação conjunta, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), a de Planejamento (Semplan) e Finanças (Semf), segue em processo de finalização da participação da Prefeitura de Teresina na Rede Nacional para Simplificação de Registro e da legalização de Empresas e Negócios (RedeSim), que será implantado no Piauí pela Junta Comercial.

 RedeSim e Teresina: repasse de dados para facilitar abertura de empresas está em fase final


RedeSim e Teresina: repasse de dados para facilitar abertura de empresas está em fase final

A RedeSim é um projeto nacional que visa desburocratizar e formalizar empresas de maneira ágil por meio online. No que se refere ao município de Teresina, segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, Aluísio Sampaio, a contribuição da cidade ao projeto encontra-se na parte normativa já em fase de conclusão. O gestor lembra ainda que o próximo passo será o redesenho das rotinas burocráticas, ou seja, rever os caminhos pelos quais os empreendedores irão percorrer a fim de legalizar seu empreendimento. O prazo para sua conclusão está previsto para o final de 2017.

“Os benefícios para os cidadãos da capital são variados, como o aumento na formalização de empresas, contribuindo para a geração de riqueza e trabalho, além da redução da burocracia”, afirma Aluísio Sampaio.

Parcerias

Outro ponto que irá impactar na abertura de novas empresas em Teresina, será a parceria entre o município e o Instituto Empreender Endeavor Brasil. Por meio dela, a Semdec, Semplan e a Semf irão melhorar o Ambiente de Negócio da cidade como um todo.

Qualifica Tur tem aula inaugural nesta segunda-feira (4)

Sessenta alunos participarão da aula inaugural do Qualifica Tur nesta segunda-feira (4), às 10h, no auditório do SINDLOJAS. Os cursos oferecidos nesta etapa foram os de Recepcionista em Meios de Hospedagens e Qualidade no Atendimento ao Turista.

Qualifica Tur é um projeto realizado pela Prefeitura de Teresina através da parceria entre a Fundação Wall Ferraz (FWF) e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec).

O curso de Recepcionista em Meios de Hospedagens tem carga horária de 80h/aulas, com aulas três vezes na semana. Já o curso de Qualidade no Atendimento ao Turista tem 60 h/aulas, com aulas duas vezes por semana. As aulas serão ministradas na Semdec, localizada na Avenida Campos Sales, 1292, centro, das 18h30 às 21h30. A previsão é que o curso tenha dois meses de duração.

O projeto Qualifica Tur propõe a profissionalização e desenvolvimento sustentável do meio turístico em Teresina. “O projeto contribui para o fortalecimento do turismo local, satisfazendo as necessidades dos turistas, além de promover benefícios culturais e econômicos para a comunidade”, destaca Fábio Nery, secretário da Semdec.

COMTUR se reuniu nesta quarta-feira (29)

O Conselho Municipal de Turismo de Teresina esteve reunido, na manhã desta quarta-feira (29), no Hotel Velit, para discutir ações para o turismo local, entre os assuntos, estão o Projeto Girassol e a construção de um museu no Parque da Floresta Fóssil.

O Projeto Girassol, tem como principal objetivo combater a violência sexual infantil em Teresina. “Esse projeto vai observar e alertar os setores para a violência sexual infantil, além de desenvolver manuais de boas práticas para os setores de hospedagem, bares e restaurantes”, destaca o turismologo GilsonSousa.

Outro ponto importante da reunião foi o Parque de Floresta Fóssil, na qual tem uma importante contribuição para a capital. “A preservação do parque facilita o acesso aos visitantes, proporciona meios educativos as crianças, além de fortalecer o turismo local, possibilitando a criação de um museu de paleontologia, sendo uma porta de entrada para a Serra da Capivara”, destaca a coordenadora SEMPLAN, Constance Jacob.

As reuniões do CONTUR acontecem 4 vezes ao ano, essa é a segunda de 2016. “Essas reuniões são muito proveitosas porque podemos avaliar o que precisa os pontos fortes e fracos de em Teresina, debater e implantar o que for necessário”, observa o secretario de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Fabio Nery.

COMTUR-Teresina foi instituído pela Lei Complementar nº 4.191, em novembro de 2011, vinculado a SEMDEC, com o objetivo de estabelecer diretrizes para formulação e execução da Política Municipal de Turismo, com funções de planejar, fiscalizar, implementar e promover o desenvolvimento das atividades turísticas.

Polo Empresarial Sul ganha mais nove empresas

Nove empresas dos segmentos industrial, transporte e atacadista irão se instalar no Polo Logístico Atacadista, localizado no Polo Empresarial Sul. Os decretos de concessão de terrenos para a instalação das empresas foram assinados hoje(28) pelo prefeito Firmino Filho, no Palácio da Cidade.

A concessão dos terrenos faz parte da ampliação da política de incentivos para atração de empresas, visando a geração de empregos. “Isso sinaliza o reconhecimento da importância dessas atividades de transporte e logística e também do segmento de atacado para o desenvolvimento da economia da nossa capital”, afirma o secretário de Municipal Desenvolvimento Econômico e Turismo, Fábio Nery.

Humberto Martins, presidente do sindicato das transportadoras, afirma que a concessão de terrenos veio em boa hora. “No período em que vivemos essa concessão fomenta o desenvolvimento, gerando emprego e renda para a capital”, observa.

Em seu discurso, o prefeito Firmino Filho comenta que além de gerar emprego e renda, a instalação dessas empresas no Polo Empresarial Sul desafogará o trânsito. “Teremos em nossos polos setores que vão ajudar no crescimento de Teresina e desafogar o trânsito, evitando os grandes congestionamentos”, completa o prefeito.

Firmino, comentou que Teresina caminha em passos largos para se ter uma área moderna onde as empresas possam se localizar e desempenhar seu papel. “Quando a gente fala no crescimento da cidade, as indústrias estão ficando cada vez mais distantes e o setor de serviços perto. Exemplo disso é são Paulo, onde as grandes indústrias estão cada vez mais longe da zona urbana”, destaca o Prefeito Firmino Filho.

As empresas contempladas vão investir, juntas, cerca de R$ 34 milhões na capital. Entre elas estão a Distribuidora Vitoria; RD Soares; Braga & CIA; Raça Transporte; Expansão; F Rocha Comércio; Rodoviário Garra; F Barros; Santral; Getex, Logos Transportes e Transcargas.

Nove empresas recebem decretos de cessão e três termos de doação de terreno nesta terça-feira (28)

Empresas dos segmentos industrial, transporte e atacadista receberão, durante solenidade nesta terça-feira (28), decretos de cessão e termos de doação de terrenos do espaço físico no Polo Logístico Atacadista, localizado no Polo Empresarial Sul de Teresina. A entrega da documentação acontecerá no Palácio da Cidade, às 12h.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Fábio Nery, o local beneficiará doze empresas que, juntas, irão investir cerca de R$ 34 milhões. Algumas empresas tiveram sua área ampliada para aumentar a capacidade produtiva, permitindo, assim, que o trabalho seja realizado em instalações mais adequadas.

A cessão desses terrenos faz parte da ampliação da política de incentivos para atração de empresas, visando, especialmente, à geração de emprego. “Isso sinaliza o reconhecimento da importância dessas atividades de transporte e logística e também do segmento de atacado para o desenvolvimento da economia da nossa capital”, afirma Fábio Nery.

As empresas contempladas são: Distribuidora vitoria; RD Soares; Braga & CIA; Raça Transporte; Expansão; F Rocha Comércio; Rodoviário Garra; F Barros; Santral; Getex, Logos Transportes; Transcargas.

SEMDEC contribui com estudo de viabilidade socioeconômica do DNIT

Um representante do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) esteve reunido na manhã de hoje (22) com uma equipe da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec) colhendo informações sobre Teresina. O objetivo é a realização de um estudo de viabilidade socioeconômica sobre o Rodoanel.

A Prefeitura de Teresina, por meio da Semdec, está contribuindo para o estudo de forma quantitativa. “Disponibilizamos nossos projetos sobre a capital a fim de contribuir para este estudo de viabilidade socioeconômica, que tem o objetivo de minimizar conflitos”, destaca Fábio Nery, gestor da Semdec.

Leilane Vaz, economista e representante do DNIT, conta que o estudo está sendo feito para minimizar os impactos socioeconômicos. “Estamos fazendo esse estudo para minimizar o impacto que o Rodoanel terá sobre o município e o município sobre o Rodoanel”, explica.

 

Rodoanel

É uma obra de mobilidade urbana do governo do Estado do Piauí que vai proporcionar a desobstrução do tráfego da capital, garantindo qualidade de vida para população.

A previsão é de que após a inauguração cerca de cinco mil veículos pesados deixem de trafegar pelo perímetro urbano da capital, melhorando de forma significativa a fluidez no trânsito. Além disso, o Rodoanel vai reduzir em 15 quilômetros as distâncias entre as saídas Sul (BR 316) e Norte (BR 343) de Teresina.