Alunos do projeto Miniempresa participam de exposição no CEU Norte

O projeto Miniempresa, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Turismo – Semdec, realizou um dia de atividades com a exposição de produtos feitos pelos alunos participantes no Centro de Artes e Esportes Unificados Norte (CEU – Norte) no bairro Santa Maria da Codipi, zona Norte da capital. O evento aconteceu no sábado (19).
Segundo o secretário Fábio Nery, gestor da Semdec, o projeto está inserido em comunidades de Teresina com o intuito de incentivar o empreendedorismo e disseminar conhecimentos na área dos negócios. “Além de desenvolver habilidades interpessoais de como trabalhar em equipe, proporcionar experiências práticas em economia e negócios, os alunos terão a vivência na operação e organização de uma empresa, fomentando assim o empreendedorismo na capital”, disse o gestor.
A implementação dessas ações se dá em parceria com a Júnior Acchievement Piauí, uma entidade que traz como missão inspirar e preparar jovens, despertando seu espírito empreendedor para serem bem sucedidos na sociedade e em uma economia globalizada, transformando-os em cidadãos qualificados e realizados, que possam contribuir positivamente para o desenvolvimento sustentável.
O projeto Miniempresa já está presente em nove organizações de Teresina: Mp3, Associação de Balé de Teresina, Fundação Nossa Senhora da Paz, Caic, Fazenda da paz, Associação Palotina, Associação de moradores unidos pelo Promorar e Grupo Coisa de nego. No próximo dia 16, haverá uma solenidade de formatura, com a entrega dos diplomas dos alunos participantes.

 

Teresina é a Cidade que mais evoluiu no ranking do empreendedorismo

O Índice de Cidades Empreendedoras – ICE 2016, produzido pelo Instituto Empreender – Endeavor, mostrou nesta 3ª edição que a cidade de Teresina subiu oito posições no ranking geral entre as 32 cidades pesquisadas no Brasil.

O ICE mostra os potenciais e alguns desafios superados por Teresina, que ficou na 23ª posição do ranking. Continuando na primeira colocação a cidade de São Paulo, seguida pelas cidades de Florianópolis(SC) e Campinas(SP).

No Ambiente Regulatório que avalia tempo de processos, custo de impostos e complexidade tributaria, a cidade de Teresina subiu 25 pontos com relação ao ano anterior, ficando na 7º posição.

No pilar de Infraestrutura, a capital piauiense teve um leve avanço de dois pontos, ficando na 27ª posição, tendo como o transporte interurbano e as condições urbanas como indicadores avaliativos.

O Capital Humano, que avalia a mão de obra básica e mão de obra qualificada, a cidade de Teresina também obteve avanços de dois pontos, ficando em 21º lugar. Comparando com o índice do ano anterior, esses foram os desafios superados pela capital, que permanece na 3º colocação do ranking de Cultura Empreendedora.

Ainda de acordo com o ICE 2016, tais avanços só foram possíveis devido ao aumento da população jovem no mercado de Trabalho; às evoluções da cidade no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – IDEB; às ações na melhoria da mobilidade urbana, do transporte público, da implementação da Lei de Incentivos e Benefícios Fiscais, e da nova legislação municipal voltada para as Micro e Pequenas Empresas. Entretanto, o fator decisório para esse salto no índice, vem da decisão estratégica de criar o Programa de Enfrentamento ao Desemprego – PED, que resultou na vinda das empresas de call Center à Teresina.

“Não alcançamos essas colocações do dia para a noite. Tudo isso é resultado de uma gestão planejada, e nós gestores municipais nos utilizamos de índices como o da Endeavor para lançar novos programas que favoreçam o crescimento da cidade”, disse o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Fábio Nery.

Além de Teresina, as cidades de Fortaleza, Natal e Aracajú, também estão entre as dez que mais posições subiram em comparação ao ano passado.

Importância

Inserida no Índice de Cidades Empreendedoras, grandes investidores podem ter acesso as vantagens e desvantagens de se investir em determina região citada no ICE. As grandes empresas recorrem a estudos como este, e Teresina tem suas chances ampliadas para receber mais empresas e grandes investimentos.

Além da Endeavor, estão envolvidos no estudo as empresas EY (antiga Ernst & Young), Meta, Opinion Box, SEDI e Spectra Investimentos. Para ter acesso ao Índice das Cidades Empreendedoras 2016, acesse: https://endeavor.org.br/indice-cidades-empreendedoras-2016/

 

Histórias empreendedoras ganham espaço em novo projeto da Prefeitura

O “Comecei do Zero” é o mais novo projeto audiovisual da Prefeitura de Teresina, criado para fortalecer e incentivar o empreendedorismo nas comunidades, através de cases de sucesso de diferentes personagens que obtiveram êxito em seus negócios nos bairros da capital. O projeto é uma iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo – SEMDEC, e será lançado nesta sexta-feira (18) na Semana Global do Empreendedorismo de Teresina, no auditório do SEBRAE-PI, às 18h.
A ideia do projeto é inspirar e gerar ideias nos futuros empreendedores que irão assistir, mostrando historias de sucesso pessoal e profissional nas mais adversas situações.“Quando pensamos em criar esse projeto, levamos em consideração as historias de gente como a gente, bem diferente dos programas que estão por aí, geralmente exibindo magnatas e grandes empresários. Portanto, tivemos esse cuidado de mostrar que o cidadão da periferia também empreende e dá resultados para o município, gerando um impacto social e econômico nas suas comunidades. Esse pequeno e médio empreendedor também precisa ser mostrado”, explicou o secretário da SEMDEC, Fábio Nery.
De acordo com o gestor, os vídeos estão diversificados em empreendedorismo social, cultural e empresarial, e abordam casos de pessoas que realmente começaram do zero e hoje contribuem para o desenvolvimento da cidade de Teresina, seja na geração de emprego ou proporcionando reconhecimento aos seus potenciais.
Formato do projeto
Os personagens darão seus depoimentos em um tempo máximo de três a quatro minutos, explanando suas dificuldades, desafios e métodos utilizados para supera-las. A exibição dos conteúdos será realizada via redes sociais, pelo canal do youtube.com/comeceidozero, fb.com/comeceidozero e no  instagram.com/comeceidozero.

Firmino abre Semana Global e ressalta importância da cultura empreendedora para Teresina

Durante a cerimônia que abriu a Semana Global do Empreendedorismo, o prefeito de Teresina, Firmino Filho, chamou a atenção para necessidade de implantação de uma cultura empreendedora e para a importância das pequenas, médias e microempresas na economia local. A Semana Global do Empreendedorismo pretende fortalecer e disseminar a cultura empreendedora, conectando, capacitando e inspirando as pessoas a empreender na capital.

 

“Temos uma tarefa hercúlea no estado do Piauí, no Nordeste como um todo e em Teresina de forma mais presente, de nós firmarmos uma cultura do empreendedorismo, a verdade da economia de mercado, porque ninguém cresce com o Estado, ele não gera riqueza, só distribui. Através do Estado nós não vamos conseguir sair das nossas condições de subdesenvolvimento. Não adianta discurso político para mudar essa realidade. Economia de mercado depende fundamentalmente dos seus empreendedores, daqueles que vendo as oportunidades, as disponibilidades, daqueles que tem a coragem de assumir o risco, de sair de casa sem saber se vai poder pagar a duplicata no final do mês, dessas lideranças que fazem o processo de produção acontecer, que fazem o novo aparecer. Esse é um embate cultural que precisamos ter no nosso Estado porque se não tivermos uma mensagem para aqueles milhões de homens e mulheres que tem um potencial de liderar todos esses processos, se não tivermos um indicativo de que existem outras alternativas além do concurso público, esse potencial pode ser desperdiçados”, afirmou o prefeito.

 

Para a realização do evento, a Prefeitura conta com 40 parceiros. A organização da semana está sendo feita pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo e a programação é composta por palestras, competições, oficinas e workshops, focando no empreendedorismo, inserindo no município uma agenda internacional de desenvolvimento econômico, visando estimular, promover e propiciar aos cidadãos, empresários, docentes, discentes, microempreendedores, sociedade civil e ao poder público a prática da criatividade empreendedora.

 

De acordo com o secretário Fábio Nery, o empreendedorismo deve estar não só na iniciativa privada, mas nas ações públicas também, além do desenvolvimento social. “Esse ano o tema principal do evento trata e inclui as cidades. Esse é o papel da prefeitura nesse movimento. Como realizadores pelo segundo ano consecutivo, esperamos superar o público de 3 mil pessoas, que foi o do ano passado. Ele é realizado simultaneamente no mundo todo e esse tema, apesar de sr vinculado à iniciativa privada, está nas ações sociais, no governo e em cada um de nós. Precisamos estimular as pessoas principalmente nesse momento de grande desafio que o nosso país passa. Temos um limite de orçamento e temos que dar a nossa contrapartida, que é a criatividade, o esforço, a dedicação. Através disso, precisamos discutir qual é o papel do Estado e de cada um de nós a contribuir com esse momento. E esse papel passa pelo empreendedorismo. Na nossa secretaria, muitas das ações não vieram de recursos orçamentários, e sim de muita criatividade. Soubemos articular com instituições, unir forças e realizar para o bem de todos. Parece uma coisa simples, mas quando você começa, vem os empecilhos e motivos para desistir, mas não desistimos porque os objetivos são voltados para todos”, disse.

 

Além das iniciativas da Semdec no incentivo aos empreendedores da cidade, várias outras secretarias estão envolvidas com o tema. Um exemplo foi lembrado pelo prefeito Firmino Filho. “Esse evento tem grande importância no meio de uma sociedade estatal. Temos que levantar uma bandeira que ainda é uma novidade nas nossas terras: a bandeira do empreendedorismo. Queremos parabenizar a Semdec pela importância desse tema e ressaltar a importância do incentivo que a Prefeitura vem dando para o desenvolvimento dessa cultura empreendedora. No momento, 500 crianças estão passando por um processo de debate e sensibilização para o empreendedorismo nas escolas do município. São ações como essa que vão frutificar no nosso futuro”, finalizou.

 

A Semana Global do Empreendedorismo é um movimento mundial que acontece simultaneamente em 157 países, motivando milhares de organizações e pessoas. A programação completa do evento em Teresina está disponível na fanpage:fb.com/sgeteresina2016.

 

SEMDEC participa de evento sobre Inovação em Gestão Pública na cidade de São Paulo

 

Aconteceu na manhã de hoje (10), através do Columbia Global Center, em parceria com a Comunitas, um seminário de Inovação em Gestão Pública, na cidade de São Paulo. O encontro contou com a presença de vários parceiros, ente eles a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC), representado pelo secretario Fábio Nery. O evento pretende dar visibilidade a artigos acadêmicos e estudos de caso que sistematizem conhecimentos e melhores práticas na administração pública.

O seminário foi inspirado no evento que aconteceu em julho deste ano, em Nova Iorque, na School of International and Public Affairs da Universidade de Columbia, com os mestrandos do programa Global Executive Master of Public Administration.

O evento tem como objetivo trazer exemplos de práticas inovadoras, gerar um debate sobre as perspectivas e desafios dos gestores públicos, além de reunir em um único local profissionais e líderes de diversos setores, engajados na missão de revitalizar o atual cenário da administração pública.

Para o secretario é de extrema importância um evento desse modo para as práticas na administração pública “Essa é mais uma oportunidade de aumentar o impacto de atuação na melhoria da gestão pública”, finalizou o gestor.

Pesquisas ajudam a entender eventos em Teresina

Teresina vem se firmando cada vez mais como cidade de negócios, eventos e saúde. Com a aproximação da Semana Global do Empreendedorismo, que acontecerá de 16 a 18 deste mês, a Prefeitura de Teresina, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC), estará realizando uma Pesquisa de Opinião entre os participantes, para avaliar o nível de satisfação e corrigir eventos futuros.
As pesquisas aplicadas pela SEMDEC, nos eventos que apóia, têm como objetivo avaliar melhor o mercado promissor que mantém em Teresina 143 auditórios e 30.550 assentos disponíveis diariamente, distribuídos em hotéis, faculdades, órgãos públicos, clínicas, hospitais e outros empreendimentos particulares.
Outra pesquisa será aplicada, ainda neste mês de novembro, no evento da Sociedade Brasileira de Engenharia de Avaliações (SOBREA), que realizará em Teresina o seu VII Simpósio, no período de 22 a 26, no auditório do Tribunal de Contas do Estado do Piauí. O evento pretende captar 250 participantes, entre inscritos de Teresina e de outros estados.
“Foi através das pesquisas que identificamos, no início da gestão do prefeito Firmino Filho, a vocação de Teresina para os negócios, os eventos e a saúde, o que norteou todas as nossas ações e promoções para captação de fluxo”, afirma o secretário da SEMDEC, Fábio Nery.

 

A SEMDEC vem realizando essas pesquisas desde 2014, já tendo avaliado eventos como os congressos do CREA e da Med Lab e o Corso de Teresina, em suas versões de 2015 e 2016. Outras pesquisas foram desenvolvidas em parceria com a Fundação CEPRO, com a Fundação Padre Antônio Dante Civiero (FUNACI) e por iniciativa própria, aplicadas no aeroporto e nos Centros de Atendimento ao Turista mantidos pela Prefeitura de Teresina, através da SEMDEC.

Teresina irá sediar pela segunda vez a Semana Global do Empreendedorismo

Teresina irá sediar, pela segunda vez, a Semana Global do Empreendedorismo. O evento tem o intuito de fortalecer e disseminar a cultura empreendedora, conectando, capacitando e inspirando pessoas a empreender na capital.

 

A Semana, que tem como realizadora a Rede Global de Empreendedorismo e a Prefeitura de Teresina, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), ocorrerá entre os dias 16 e 18 de novembro, na sede do SEBRAE-PI, localizado na Avenida Campos Sales, Centro/Norte de Teresina.

 

Com o apoio de 40 instituições, o evento terá uma programação com várias palestras, competições, oficinas e workshops, focando no empreendedorismo, inserindo no município uma agenda internacional de desenvolvimento econômico, visando estimular, promover e propiciar aos cidadãos, empresários, docentes, discentes, microempreendedores, sociedade civil e ao poder público a prática da criatividade empreendedora.

 

A Semana Global do Empreendedorismo é um movimento mundial que acontece simultaneamente em 157 países, motivando milhares de organizações e milhões de pessoas. A programação completa do evento em Teresina está disponível na fanpage: fb.com/sgeteresina2016.

SEMDEC participa de oficinas do Projeto JEPP nas escolas

Criado desde 2014 por meio de uma metodologia do SEBRAE/PI em pareceria com a Prefeitura de Teresina, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC) o Projeto dos Jovens Empreendedores Primeiros Passos – JEPP, traz como objetivo a disseminação da cultura empreendedora entre crianças e adolescentes de 6 a 14 anos, procurando despertar/fortalecer o espírito empreendedor.

O JEPP, é uma ação criada para fomentar o empreendedorismo, proporcionando o debate, estudo e práticas dentro da sala de aula com o intuito de despertar o espírito empreendedor em crianças e adolescentes do 1º ao 9º ano. A iniciativa irá inserir os alunos no mundo dos negócios e transmitir noções organizacionais e econômicas.

Na manhã de hoje (04), a Unidade Escolar Mário Faustino foi à escolhida para se observar, através das oficinas como esse projeto esta sendo desenvolvidos nas escolas. Para a professora Gertrudes que é participante do projeto disse que é de muita importância para o desenvolvimento das crianças. “É um dia de tamanha empolgação o que faz com que os trabalhos sejam melhor elaborados e desenvolvidos”.

As unidades escolares Mário Faustino e Itamar de Brito, situadas no bairro Pedra Mole e Maria do Socorro no bairro Esplanada foram às escolhidas para servirem de apoio para que essas crianças e adolescentes participem desse projeto. No último mês de julho, o projeto capacitou todos os professores participantes do projeto com carga horária de 45 horas/aulas. O Projeto JEPP já se encontra em busca de beneficiar novas escolas.

Para o secretário Fábio Nery é mais um projeto de grande importância da SEMDEC. “Desperta na criança a cultura empreendedora que já pode existir nela, além de fortalecer experiências práticas em economia e negócios, fomentando assim, o empreendedorismo”.

 

Parceria garante vagas de emprego para pessoas com deficiência

A Secretaria de Desenvolvimento e Turismo (Semdec), em parceria com a empresa de Call Center Almaviva, está disponibilizando 338 vagas de emprego destinadas para pessoas com deficiência.Os selecionados irão trabalhar como atendentes. Para disputar a vaga é necessário possuir o ensino médio completo, conhecimentos em informática, ter a partir de 18 anos e morar em Teresina.

As pessoas interessadas poderão se dirigir à empresa Almaviva, que fica localizada na Rua Porto, 890 – São Pedro, em Teresina, ou encaminhar os currículos para o e-mail djmachado@almavivadobrasil.com.br, aos cuidados de Silvia Machado. Para mais informações, deve ser feito contato através do e-mail hveloso@almavivadobrasil.com.br ou pelo telefone (86) 9 9833-0320.

 

Teresina é a terceira cidade do Nordeste para se investir em negócios

A capital piauiense é a terceira cidade do Nordeste melhor para se investir e está entre as 100 melhores cidades para atrair empresas e investidores no país. A constatação é da consultoria Urban Sytem, empresa de Business Intelligence especializada em pesquisa comportamental e análise de dados de mercados. O dado foi publicado pela revista Exame da última semana e mostrou como algumas capitais conseguiram melhorar o ambiente de negócios em meio à crise atual.
O cenário econômico em que o país passa motivou a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo a desenvolver um programa chamado “Enfrentamento do Desemprego na cidade de Teresina”, que demandou a geração de um grande número de empregos (atividade de call centers). Desta forma, a cidade oportunizou o crescimento da oferta de emprego através da política municipal de atração de investimentos, direcionada a este setor de mercado.
Após a implantação do programa observou-se que, em termos de Nordeste, a capital piauiense é a terceira colocada, com nota 8,30. Em 2014, Teresina estava atrás de todas as outras capitais da região. Quando a comparação envolve apenar o Nordeste, Teresina só está atrás de Recife (PE) e Aracaju (SE).
Para elaboração desse ranking, foram analisados 28 indicadores, cada um com peso de acordo com o grau de importância: desenvolvimento social, capital humano, infraestrutura e desenvolvimento econômico. Foram pesquisados 309 municípios com mais de 100 mil habitantes.
Para o secretário Fábio Nery, da Semdec, um dos idealizadores do programa, após quatro anos de sua aplicação na capital os resultados continuam positivos. “No início, as empresas contrataram cerca de cinco mil jovens. Após quatro de implantação, chegamos à marca de mais de 12 mil pessoas empregadas em Teresina. Isso é um numero bastante significativo, haja vista que o país vive um momento delicado na sua economia”, disse o gestor municipal.