Teresina busca parceiros para promover desenvolvimento

O prefeito Firmino Filho instalou hoje(12) Fórum Permanente de Desenvolvimento Econômico e Turístico de Teresina. A solenidade foi marcada também pela assinatura do decreto de nomeação dos membros do fórum que é constituído por representantes de 23 instituições que atuarão também como parceiras na definição de metas e execução de planos e ações em busca do crescimento econômico de Teresina.

“O desenvolvimento de Teresina em todos os seus aspectos é a missão do fórum. A nossa cidade é grata a todos os parceiros que trabalharão juntos com a Prefeitura e com o povo de Teresina pelo desenvolvimento de nossa cidade”, disse o prefeito ao destacar a importância do fórum e da participação de cada instituição no Fórum Permanente de Desenvolvimento Econômico e Turístico de Teresina.

O coordenador do fórum, secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Fábio Nery, apresentou as estratégias que estão sendo adotadas pela maioria dos países em busca do desenvolvimento econômico. “A iniciativa privada é a grande alavanca da economia. O que se busca agora é o alinhamento de todos, como parceiros, em busca do desenvolvimento.

Em agosto de 2014, o Fórum foi instituído como instância governamental municipal competente para cuidar dos aspectos relativos ao desenvolvimento socioeconômico da cidade. Ele é composto por 28 membros dos setores da indústria, comércio, serviços, construção civil e outros que componham o desenvolvimento econômico e turístico de Teresina.

O Fórum tem, entre seus objetivos principais, formular propostas de princípios e diretrizes para as políticas municipais de desenvolvimento econômico e turismo, constituir um espaço consultivo e de deliberação e diálogo social acerca de temas e políticas de desenvolvimento local, promover o fortalecimento da cooperação e uma maior aproximação com os demais agentes econômicos do Município, além de promover o debate, em nível municipal, de temas relevantes para as Políticas Públicas de Desenvolvimento Local.

Semdec divulga folder com programação de Teresina para todo mês de junho

Junho é um mês de muita festa em Teresina. Além dos tradicionais arraiás, a cidade tem uma programação para todos os gostos. Tanto moradores quanto os turistas terão disponíveis toda essa programação de eventos através de folhetos produzidos pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico.

O folder faz parte do programa “Viver+Teresina”, projeto que visa estimular o turismo na capital. No material são encontradas informações sobre todos os eventos com data, horário e endereço.

Neste mês de junho, a noite teresinense traz diversos eventos em homenagem ao Dia dos Namorados, todos listados na agenda que informa também as atrações semanais já características da cidade.

Os folhetos são distribuídos nos Centros de Atendimento ao Turista (CAT), localizados na Ponte Estaiada, Encontro dos Rios, Aeroporto, Shopping da Cidade, Central de Artesanato e Parque Lagoas do Norte, além dos hotéis cadastrados no Programa “Teresina + Negócios”.

Visite o site www.turismoteresina.com e veja todas as informações sobre a cidade de Teresina.

Semdec espera bons negócios na BNTM 2015

BNTM 2015

Com o objetivo de oferecer facilidades para a comercialização do produto turístico nordestino, através do encontro entre Suppliers e Buyers  (vendedores e compradores), a Brazil National Tourism Mart  (Bolsa Nacional de Turismo) abriu em Fortaleza com boas perspectivas de negócios. O evento é organizado pela Comissão de Turismo Integrado do Nordeste  (CTI-NE), que reúne os órgãos oficiais de Turismo da região.

A Prefeitura de Teresina está marcando presença através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo  (SEMDEC), que levou a Fortaleza material promocional para promover a capital como polo de negócios, saúde e eventos.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Fábio Nery,  o evento oferece a oportunidade para apresentar destinos indutores do turismo. “A Prefeitura de Teresina vem lutando para consolidar a competitividade da cidade como forte frente a outros destinos concorrentes, e isso já se faz presente na reação do mercado emissivo nacional, que cada vez mais busca Teresina para tratar de negócios, realizar eventos ou tratar da saúde”, afirmou.

Teresina estará presente na Bolsa Nacional de Turismo

No período de 27 a 31 de maio, o Centro de Eventos do Ceará estará recebendo mais uma versão da Brazil National Tourism Mart (BNTM), a bolsa nacional de turismo que é organizada pela Fundação Comissão de Turismo Integrado do Nordeste – CTI/NE. O evento tem como objetivo promover o intercâmbio comercial entre operadores dos mercados nacional e internacional, chamados de Buyers (compradores) e o trade turístico de cada estado nordestino, chamados Suppliers (vendedores), através de entrevistas pré-agendadas.

A Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC), fez uma parceria com a Secretaria de Turismo do Governo do Estado do Piauí, no sentido de dividirem os custos de aquisição do stand, para levar a Fortaleza as potencialidades turísticas do Estado e da capital. O stand oferecerá farto material promocional, além de degustação de paçoca, castanha, doce de cajú e cajuína.

Segundo os organizadores do evento, está prevista a participação de 400 Buyers dos principais mercados emissores de turista para o Nordeste, bem como 300 Suppliers da estrutura receptiva brasileira, entre agentes de viagens, hoteleiros, operadores e novos segmentos. Participarão ainda todos os Estados nordestinos, representados pelos seus Órgãos Oficiais de Turismo e associações vinculadas à atividade turística.

Para o secretário Fábio Nery, da SEMDEC, o evento é uma grande oportunidade para Teresina mostrar aos operadores o seu novo perfil. “A Prefeitura de Teresina está consolidando um novo conceito para a cidade, voltado para o turismo de negócios, saúde e eventos”, disse ele. “A Bolsa de Turismo reunirá os Operadores que têm interesse no mercado nordestino para montar os seus pacotes e é através deles que pretendemos levar as nossas potencialidades e oferecer um forte diferencial”, finalizou.

Prefeitura de Teresina realiza II Seminário com atendentes de Turismo

A Prefeitura de Teresina, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC), realizou na manhã desta sexta-feira (22) um seminário com atendentes dos Centros de Atendimento ao Turista (CATs). No encontro foram debatidos temas importantes para a ampliação do desempenho destes profissionais ao prestarem informações aos visitantes.

A Coordenação Especial de Turismo, responsável pela organização do evento, apresentou aos profissionais uma explicação sobre a estrutura da atividade turística e sua importância, ressaltando a inclusão dos centros no mercado. Em seguida, discorreu sobre atrativos turísticos piauienses e fez um balanço das atividades até esta data, ouvindo dos atendentes sugestões e críticas à prestação de informações.

O secretário da SEMDEC, Fábio Nery, ressaltou o quanto o trabalho dos atendentes é fundamental para a cidade de Teresina. “O primeiro contato que o turista tem ao chegar a Teresina é com os atendentes, então, uma recepção educada é a primeira impressão que ele recebe da cidade. O trabalho de vocês é muito importante e peço apenas que continuem a realizá-lo com empenho e dedicação”, disse ele.

Plataforma DataViva é apresentada em Teresina

DSC00408

Teve início na manhã desta quarta-feira (20) o curso de apresentação e capacitação na plataforma DataViva, promovido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC). O DataViva é uma ferramenta de visualização que abre os dados para as exportações e ocupações para o todo o setor formal da economia brasileira por meio de mais de 700 milhões de visualizações interativas.

A capacitação é feita pelo economista e analista Elton Freitas, da Agência de Fomento à Inovação e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico de Minas Gerais – FAPEMIG. Ele explica a importância do uso desse “big data” para o desenvolvimento econômico do país e porque todos os gestores devem fazer uso desta ferramenta para tomada de decisões.

“O ideal da Plataforma DataViva é implantar uma cultura de disseminação e uso de dados em ações de desenvolvimento econômico. Utilizando essa plataforma, que concentra uma quantidade enorme de dados de várias áreas, é possível pensar em mais desenvolvimento para a cidade de Teresina e para o estado do Piauí. A plataforma pode ser muito útil para os agentes públicos, pois eles terão conhecimento profundo de todas as informações válidas possíveis” afirma.

O secretário da Semdec, Fábio Nery, defende a importância de conhecer e compreender o DataViva. “Essa ferramenta levou oito anos para ser criada e hoje temos acesso a ela de graça, isso já um avanço e um ganho imenso. O nosso desafio agora é colocá-la em prática, porque a informação gerada pelo site envolve vários agentes econômicos, e se esses agentes trabalharem coordenadamente podemos alcançar um lugar muito melhor do que estamos agora, em termos de desenvolvimento”, disse.

A plataforma DataViva foi criada pelo Governo de Minas Gerais, mas é de uso para todo o Brasil. Em 2015 o site reúne dados do comércio, de empresas e da educação no país. Para 2017 o projeto prevê a inclusão de todos os dados sobre infraestrutura e saúde e, posteriormente, todas as áreas de informação relevante do Brasil. Para conhecer a plataforma basta acessar o link http://pt.dataviva.info/.

O curso segue até as 17h nesta quarta (20) e das 8h às 17h no dia 21, no auditório Carmem Sinott, localizado no Instituto Federal do Piauí – IFPI, prédio B.

Semdec realiza curso para apresentação da plataforma DATAVIVA

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo – SEMDEC realiza nos dias 20 e 21 de maio de 2015, das 08h às 17h, um curso de apresentação e capacitação na plataforma DataViva. O evento acontece no Auditório Carmem Sinott, localizado no Instituto Federal do Piauí – IFPI, prédio B.

O DataViva é uma ferramenta de visualização, criada pelo Gabinete de Prioridades Estratégicas do Governo de Minas Gerais, que disponibiliza dados oficiais sobre exportações, atividades econômicas, localidades e ocupações disponíveis para a totalidade do Brasil através de oito aplicativos e mais de 100 milhões de possíveis visualizações.

Com essa iniciativa a Semdec tem como objetivo possibilitar a criação de políticas públicas voltadas para o desenvolvimento econômico. Para o secretário da Semdec, Fábio Nery, esta ação visa estimular a utilização deste mecanismo entre órgãos do governo, iniciativa privada e sociedade civil. “A partir do momento em que conhecemos e nos propomos a utilizar o DataViva, uniformizamos uma linguagem entre gestores e sociedade, alinhando ideias para atração e instalação de investimentos.”

O curso será ministrado por um servidor da agência de fomento à inovação e ao desenvolvimento científico e tecnológico de Minas Gerais-FAPEMIG. O evento é direcionado para gestores públicos estaduais e municipais e da iniciativa privada.

Receita turística de Teresina ultrapassou R$ 220 milhões em 2014

Com uma taxa média de ocupação em torno de 60%, a hotelaria de Teresina se aproxima de 60 mil apartamentos disponíveis no mês, com previsão de crescimento de 27% para os próximos dois anos. Esses indicadores foram levantados pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, utilizando pesquisas diretas nos meios de hospedagem. E os resultados foram cruzados com as Pesquisas de Demanda realizadas em 2013 e 2014.

Para chegar ao fluxo turístico, foram consideradas duas variáveis: a quantidade de hóspedes no período avaliado e o percentual representativo de turistas que se hospedam em hotel, extraído da Pesquisa de Demanda, que equivale a 39,2% do total de visitantes.

O cruzamento das variáveis levou à estimativa de 362.760 turistas em visita a Teresina no ano de 2014. Essa quantidade está coerente com as projeções da Fundação Getúlio Vargas, em quadro evolutivo contido no Plano de Desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável de Teresina (PDITS), que previu um fluxo de 365 mil turistas para a capital em 2014.

A receita turística, por sua vez, foi calculada com base no fluxo global de turistas no ano, na permanência média, que se situa em torno de 7,4 dias por pessoa, e no gasto médio per capita/dia, equivalente a R$ 83,30. Os resultados indicaram que os visitantes de Teresina em 2014 geraram uma receita igual a R$ 223.612.519,00.

A participação do Turismo no ISS Global da capital representa 7,9%, sendo puxados pelo setor de saúde, que contribui com 32,7% da receita gerada, de acordo com a estrutura de gastos do turista. A hospedagem contribui com 15,6% dos gastos, as compras com 14,2%, as diversões e passeios com 10,3%, a alimentação com 8,2% e os transportes locais com 5,1%. Os demais gastos representam 14,1% da receita gerada pelos turistas em Teresina.

Pólo Empresarial Sul ganhará R$ 3,5 milhões em obras estruturantes

O Pólo Empresarial Sul ganhará R$ 3,5 milhões em obras estruturantes como acessos, eletrificação, urbanização, pavimentação, centro de convivência e rede de abastecimento de água. O anúncio das obras aconteceu hoje(12) à noite durante reunião dos empresários com dirigentes da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico de Teresina (Semdec) e Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado.

A reunião aconteceu no auditório da Federação das Indústrias do Piauí. Os recursos são do Fundo de desenvolvimento da Indústria do Piauí e agora serão aplicados em comum acordo entre o Governo do Estado, o Município e o empresariado que definirá as prioridades.

O secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico de Teresina, Fábio Nery, explicou que os investimentos se somarão à grande intervenção que a Prefeitura de Teresina já está realizando para a pavimentação asfáltica das principais ruas do Pólo Empresarial Sul. Ao todo o Pólo conta com 140 hectares, onde estão instaladas inicialmente nove indústrias e outras 12 em processo de instalação.

O secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, José Nery (Nerinho), informou que a parceria é importante para a estruturação do Pólo Empresarial Sul. Ele informou que cerca de R$ 7 milhões serão arrecadados pelo FUNDIPI ainda este ano, recursos que também serão aplicados no local.

O presidente da Associação Industrial do Piauí, Joaquim Costa Filho, lembrou que a tendência do Pólo Empresarial Sul é crescer ainda mais com os novos investimentos. As obras também viabilizarão a atração de novos investidores do segmento industrial para a cidade de Teresina.

Escola de Turismo da Funaci completa 10 anos

A Fundação Padre Antonio Dante Civieiro – FUNACI comemorou nesta sexta-feira (08) 10 anos da Escola Família de Turismo – EFTUR. A entidade tem como objetivo capacitar jovens das comunidades para profissionalizá-los e inseri-los no mercado de trabalho. O evento teve inicio com uma missa em ação de graças e em seguida discursos de agradecimento e reforço de parcerias de entidades do governo do Estado e do Município.

A Prefeitura Municipal de Teresina através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo é uma grande parceira da fundação, apoiando a qualificação de jovens nos campos de hotelaria e gastronomia. A cada oito meses, cerca de 30 alunos se formam por turma na EFTUR e, como o mercado tem bastante demanda de gente qualificada, eles se empregam principalmente em estabelecimentos do ramo do turismo em Teresina.

O secretário Fábio Nery em seu discurso lembrou que a primeira ligação que recebeu do Prefeito após assumir a secretaria foi para pedir que a FUNACI não fosse esquecida. “Teresina está repleta de locais que necessitam de profissionais capacitados para atividades turísticas e o trabalho realizado na Fundação transforma a chance destes jovens lá fora. Se houver dedicação nos estudos e empenho na prática ninguém ficará sem emprego”, disse ele, garantindo que a PMT e a SEMDEC não vai desamparar a escola em suas necessidades.

A FUNACI foi fundada em outubro de 1989, e atua desde então na educação, capacitação e evangelização de jovens. Suas ações estão concentradas em Teresina, com maior enfoque na região da Grande Socopo (onde é localizada a sua sede) e os bairros periféricos à zona Leste; eles atuam também em municípios do interior do Estado.