Taxistas de Teresina serão qualificados por meio do programa “Táxi Turismo”

Os taxistas são os primeiros contatos que os turistas que visitam Teresina têm com a cidade. Pensando nisso, a Prefeitura de Teresina decidiu criar o Programa Táxi Turismo. A ideia é ofertar cursos de qualificação aos taxistas para que o atendimento ao turista tenha mais qualidade. Nesta sexta-feira, o prefeito Firmino Filho participou da aula inaugural do programa, que aconteceu na Casa da Cultura.

Serão duas turmas, de 30 alunos cada, que terão acesso aos cursos de inglês básico para conversação e qualidade no atendimento ao cliente. Os cursos são totalmente gratuitos e serão ofertados por meio da Parceira entre os diversos órgãos da Prefeitura, tais como Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Semdec), Fundação Wall Ferraz (FWF) e Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans).

Para o prefeito Firmino Filho, é compromisso do executivo municipal qualificar a força de trabalho para se adequar ao mercado. “Teresina tem vocação para o turismo de negócios. Recebemos pessoas vindas de vários lugares do mundo. Por isso, é importante termos esses profissionais, que são os primeiros contatos dos turistas com a cidade, qualificados para que a postura de cidade acolhedora possa ser sentida pelos turistas e eles se sintam bem e voltem para a cidade”, pontuou.

O secretário da Semdec, Fábio Nery, ressaltou que os taxistas qualificados receberão um selo para fixar em seus automóveis, de que aderiram a capacitação. “Esse será um diferencial deles no mercado de trabalho. A ideia é ampliar, abrindo novas vagas para que mais taxistas possam se qualificar e atender melhor nossos turistas”, destacou.Samara Pereira, presidente da FWF, parabenizou os taxistas que aderiram ao projeto e destacou que o objetivo é projetar uma imagem melhor da cidade para os turistas, ao tempo em que proporciona um diferencial dos profissionais. “Eles são o primeiro contato com a cidade. Por isso, precisamos fortalecer essa imagem receptiva de Teresina, qualificando vocês, taxistas, para o mercado de trabalho”, diz.

Enaltecendo a iniciativa da Prefeitura, o presidente da Cooperativa de Taxistas do Aeroporto de Teresina, Antônio Sobrinho de Sousa, destacou que o curso é de fundamental importância para a categoria. “Tudo o que vem para nosso bem é muito bem aceito. Trabalhamos em uma área melindrosa, que temos contato com todo mundo. Recebemos gente de tudo quanto é país e sentimos a dificuldade de nos comunicar com eles. Por isso, ao aprender o básico de inglês já teremos um atendimento melhor para nossos passageiros”, reforçou.

Programa Táxi Turismo terá início com aula inaugural em Teresina

O programa Táxi Turismo, idealizado pela Prefeitura de Teresina, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), terá início com aula inaugural na sexta-feira (03), na Casa da Cultura, centro da cidade.

O objetivo dos cursos ofertados pelo programa é qualificar os taxistas para receber os turistas de forma capacitada, facilitando a comunicação e a receptividade.

Inicialmente, os alunos irão receber aulas de conversação em inglês e qualidade no atendimento. Ao término do curso, os motoristas habilitados pelo projeto utilizarão um selo de qualidade no táxi contendo a certificação e identificando que ele está apto a receber o turista.

A aula inaugural acontecerá a partir das 09h30 com a presença de autoridades do município e taxistas.

Teresina participa da 42º Expo Internacional de Turismo em São Paulo

A cidade de Teresina participou da 42º ABAV – Expo Internacional de Turismo no pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo, nos dias 24 a 28 de setembro, com o intuito de levar aos visitantes informações sobre a capital piauiense.

A feira que acontece anualmente, reuniu cerca de 68 mil pessoas e a Prefeitura de Teresina, através da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), divulgou as potencialidades da cidade no estande do Estado do Piauí.

De acordo com o secretário da Semdec, Fábio Nery, a participação na feira resultou na troca de contatos com operadoras de turismo, no sentido de intensificar os negócios neste segmento na capital.

Feira estimula empreendedorismo entre jovens de escolas públicas

Jovens empreendedores de instituições públicas da cidade de Teresina e Angical (PI) participaram, na última semana, do encerramento da 15ª Feira de Microempresas da Júnior Achievement Piauí. Na ocasião, teve feira de exposição dos produtos, na Praça de Eventos do Teresina Shopping.

O secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico (Semdec), Fábio Nery, esteve presente no evento representando o prefeito Firmino Filho. Fábio Nery destacou a importância da feira no estímulo do empreendedorismo entre os jovens participantes.

Através do programa, os jovens podem experimentar – na prática – expor e vender seus produtos dentro de um condomínio de lojas com livre concorrência, exercitando os conceitos desenvolvidos durante o Programa Miniempresa, testando seu poder de persuasão no convencimento de seus clientes, estimulando o trabalho em equipe.

Entre os muitos produtos desenvolvidos pelos jovens, destacaram-se os amplificadores de som produzidos a partir do bambu, da Fazenda da Paz, que amplificam o som de celulares sem o uso de energia. Chinelos feitos de papelão e jornal dos alunos do Instituto Federal da cidade de Angical do Piauí, também chamaram a atenção dos visitantes.

O Programa Miniempresas contou com a parceria da Prefeitura de Teresina, através da Semdec, sendo levados para as seguintes organizações: Fazenda da Paz, E. M. Nossa Senhora da Paz, Associação Palotina, CAIC, Movimento MP3, Associação de Moradores Unidos do Promorar e Associação dos Amigos do Balé da Cidade de Teresina, além dos Alunos do Instituto Federal do Piauí da cidade de Angical.

SOBRE O PROGRAMA

O Programa Miniempresa proporciona a estudantes do 2º ano do Ensino Médio a experiência prática em economia e negócios, na organização e na operação de uma empresa. É desenvolvido em 15 semanas, em jornadas semanais, com duração de 3h30, realizadas nas escolas, geralmente à noite. Os estudantes aprendem conceitos de livre iniciativa, mercado, comercialização e produção.

Polo Empresarial Sul fomenta economia da região

A passos largos e visão ampliada, a Prefeitura de Teresina, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), intensifica o fomento da economia com o avanço das obras do Polo Empresarial Sul da capital.

No próximos meses, cinco vias estarão com sua pavimentação asfáltica concluídas, atendento às demandas das indústrias. E mais, preocupada com o meio ambiente e a estrutura do Polo, está em análise a construção de bacias de contenção de água, que tem como principal função estabilizar o fluxo dágua com drenagens.

“É o nosso dever trabalhar e dar publicidade ao que estamos fazendo para que a nossa cidade cresça economicamente e gere mais renda aos nossos pais de família”, declarou o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Fábio Nery, sobre o avanço das obras do Polo.

Seguem em processo licitatório a pavimentação e a drenagem superficial, que irão beneficiar o setor logístico e atacadista, sediados no Polo.

Valorização da zona Sul

Com a implantação do Polo Empresarial Sul e seus benefícios, toda a sua área está em alta valorização no mercado imobiliário. Da mesma forma, as regiões adjacentes.

Equipe técnica encerra pesquisa sobre oferta turística da Grande Teresina

A equipe técnica da Fundação Padre Antônio Dante Civiero (Funaci), responsável pelo levantamento da oferta turística dos 15 municípios que compõem a Rede Integrada de Desenvolvimento da Grande Teresina (Ride), acaba de concluir o levantamento de campo. A pesquisa foi realizada através de convênio firmado entre a Funaci e a Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec).

Como etapa consequente, a equipe estará iniciando a elaboração do Relatório Final, que deverá ser entregue à Prefeitura de Teresina até o dia 30 de setembro. O Relatório conterá a caracterização técnica dos municípios, um diagnóstico de situação dos atrativos potenciais e algumas sugestões de ações para a melhoria receptiva, com o objetivo de auxiliar os gestores na organização da oferta turística.

A equipe técnica da Funaci é formada por professores, que estão sendo acompanhados e orientados pela Coordenação Especial de Turismo da Semdec. O documento que está sendo gerado será entregue oficialmente ao Prefeito de Teresina, Firmino Filho, com cópia para as prefeituras dos municípios envolvidos. A Semdec, em seguida, fará três ações: produzir um material promocional sobre a oferta levantada; identificar os principais problemas nas rotas que levam aos atrativos dos municípios, para intermediar soluções através dos órgãos responsáveis; e estimular os Agentes de Viagens que operam com receptivo a elaborarem roteiros integrados, para conduzir os visitantes aos diversos potenciais de cada região, envolvendo turismo religioso, turismo de lazer, turismo cultural e turismo rural.

O levantamento de Teresina voltou-se exclusivamente para o Turismo Rural, identificando em seu entorno pelo menos 18 sítios, propriedades e manifestações da produção associada ao turismo, como plantações, produções artesanais diversas, manifestações populares e equipamentos para receptivo turístico. A ideia é estimular o visitante a conhecer na fonte a produção teresinense rural em sua forma original.

O secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Fábio Nery, disse que a oferta turística de Teresina já foi levantada anteriormente e que, por isso, a equipe voltou-se exclusivamente para o Turismo Rural.

“Cada um dos municípios pesquisados mostrou os focos de suas motivações para atrair fluxo turístico. Teresina, nós já sabemos que é visitada por conta dos negócios, da saúde e dos eventos. Por isso, pensamos em dedicar a atenção aos seus aspectos rurais, para oferecer aos nossos visitantes uma alternativa de estar diante de nossa essência produtiva”, disse o secretário.

A apresentação oficial dos resultados da pesquisa está sendo agendada para a segunda quinzena de outubro.

Com o apoio da Prefeitura, Liquida Teresina fortalece a economia da capital

Iniciada na última quinta-feira (28), a campanha Liquida Teresina, promovida pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) com o apoio da Prefeitura de Teresina, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC), está movimentando o comércio do centro, bairros e shoppings de Teresina.

“É um incentivo fundamental para a economia da nossa cidade. São essas ações que fortalecem também, o nosso comércio gerando renda e impulsionando as vendas de forma promocional”, pontuou o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Fábio Nery.

A campanha conta com diversos atrativos além dos super descontos nas lojas credenciadas ao Liquida Teresina. Nesta edição, será sorteado um carro 0km, cinco caminhões em prêmios e televisores. A cada R$ 25,00 em compras, o consumidor recebe um cupom para concorrer, e ao realizar as compras com o cartão Credishop, recebe em dobro. Depois de preenchidos, os cupons devem ser depositados em urnas espalhadas pela cidade.

O Liquida Teresina conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Teresina, Sebrae, Sindilojas, Fecomércio, Banco do Brasil, Banco do Nordeste e Caixa Econômica Federal.

Projeto do Polo Gastronômico avança para abranger outros setores

Na última quinta-feira (14) esteve reunida na sede da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC) a equipe técnica que está à frente do projeto do Polo Gastronômico da Avenida Nossa Senhora de Fátima, que objetiva transformar aquele espaço em uma referência cultural para o município.

O prefeito Firmino Filho apoiou a proposta da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL), sobre a criação do polo e repassou à SEMDEC a responsabilidade de coordenar o projeto. No último dia 17 de julho foi feita uma reunião com os representantes dos restaurantes localizados na avenida, para ouvi-los sobre as suas principais demandas e sugestões, cujos resultados estão sendo analisados pela equipe técnica multifuncional. Ficou acertado, neste primeiro momento, que a SEMDEC fará o cadastramento do trecho que se inicia na avenida Dom Severino e prossegue até o balão da Universidade Federal do Piauí.

À Secretaria de Planejamento, que esteve na reunião representada pela arquiteta Constance Jacob, coube a elaboração do projeto, com base no cadastramento que será executado e nas sugestões apresentadas pelos empresários. O foco será para a iluminação da avenida, intervenções nas ruas laterais e secundárias, com asfaltamento e iluminação adequada, e a correção e melhoria das calçadas.

O presidente da ABRASEL/PI, Jorge Holanda, sugeriu que o nome do projeto fosse modificado, para evitar que apenas os empresários de gastronomia sejam envolvidos, considerando que a avenida possui muitos outros estabelecimentos comerciais, que também estarão se beneficiando das ações a serem implementadas.

Para o secretário da SEMDEC, Fábio Nery, a importância deste projeto está na oportunidade gerada para a Prefeitura de Teresina ouvir os empresários, associando as suas ações às principais demandas da área.”A primeira reunião que fizemos com os empresários foi importante porque abriu um leque de comunicação que antes não vinha sendo feito”, pontuou.

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano (SEMDUH) ficará responsável pela ampliação da iluminação e sua adequação à proposta, além de atender à sugestão de alteração da rota da coleta de lixo, adequando-a ao movimento dos restaurantes.

Prefeito lança Fórum Permanente de Desenvolvimento

Foi lançado na noite de hoje (11), dentro da programação do aniversário de Teresina, o Fórum Permanente de Desenvolvimento Econômico e Turístico. A solenidade aconteceu no auditório Rui Lima, no prédio da FIEPI, e contou com a presença do prefeito Firmino Filho, secretários municipais e estaduais e representantes das entidades que farão parte da composição do Fórum.

O Fórum, que será composto por 28 membros, sob a presidência da SEMDEC (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico), pretende constituir um espaço consultivo e de deliberação para o fortalecimento da cooperação entre o Poder Público e a iniciativa privada, com o objetivo central de ouvir as classes econômicas e turísticas para a formulação de propostas de desenvolvimento para a cidade de Teresina.

Segundo o prefeito, a ideia é criar um espaço onde as pessoas envolvidas possam formular propostas que fomentem o desenvolvimento da capital. “A intenção é dar espaço para discussões importantes, que possam alavancar principalmente a nossa economia, que atualmente é o nosso maior desafio. Por isso queremos colher boas ideias e ampliar debates que possam articular ações de apoio às iniciativas de desenvolvimento dos sistemas de inovação e arranjos produtivos locais”, disse Firmino.

Fábio Nery, secretário da SEMDEC, afirma que o Fórum vai organizar o diálogo com as classes empresariais e a expectativa também é de geração de emprego e renda. “Queremos acolher as boas sugestões e colocá-las em prática, pois somente com o equilíbrio e interação entre o Poder Público, o setor empresarial e a sociedade como um todo será possível o desenvolvimento pleno de nossa cidade.

A partir da sua instalação, o Fórum dará início a reuniões periódicas, envolvendo basicamente os setores da indústria , comércio, serviços, construção civil e outros que componham o desenvolvimento econômico e turístico de Teresina.

Lei do Micro e Pequeno Empreendedor será modificada para facilitar formalização

A Prefeitura de Teresina, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), promoveu uma reunião com o Sebrae no intuito de discutir a Lei nº 3.655, 13 de Julho de 2007, mais conhecida como Lei Geral das Micros e Pequenas Empresas.

O objetivo da discussão é desburocratizar o sistema de formalização, para que o micro e pequeno empreendedor se regularize e tenha mais vantagens com a participação de contas públicas e formalização de seus empreendimentos de forma fácil e simplificada.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Fábio Nery, a ideia de facilitar a formalização para esse segmento de empreendedores é positiva, devido ao estímulo da economia.

A modificação irá alinhar a lei do município à, já existente, Lei Complementar Nacional de nº 123, do ano de 2006.

A reunião contou com a participação do titular da Semdec e sua equipe técnica, e da assessora de Políticas Públicas do Sebrae, Irisletiere Melo.