Durante o mês de agosto, Teresina respira arte e para comemorar os 167 anos de história, a partir da próxima quarta-feira (14) o estacionamento da Ponte Estaiada será palco para o maior evento gastronômico da América do Sul, o Festival Food Truck na Estrada. Pela primeira vez na cidade, o projeto fica até dia 20 de agosto, com os mais variados sabores gastronômicos, e entrada gratuita.

Com apoio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec) e Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, o Festival acontece sempre entre 18h e 00h e conta com opções variadas de hambúrgueres artesanais, crepes franceses, acarajé gourmet e sorvetes de casquinhas coloridas, entre outras. Serão os dez melhores caminhões Food Trucks do país trazendo renomados chefes de cozinha com bagagem de anos de experiência, para incrementar lanches e fazer de cada opção do cardápio uma experiência única na gastronomia sobre rodas. Além disso, o festival contará com apresentações de bandas locais durante todo o evento.

“Teresina é uma cidade que recebe muito bem. Acredito que a capital abrigar, por quase uma semana, um festival desse porte só tem a ganhar. O Festival Food Truck na Estrada é um projeto privado que não vai gerar custos a Prefeitura de Teresina e fomenta a gastronomia, que é um elemento forte na nossa cidade. A Semdec apoia o evento, pois compreende que este megaevento gastronômico e cultural movimenta a economia local e, claro, fomenta o turismo”, destaca o secretário da Semdec, Venâncio Cardoso.

Referência no segmento, o festival oferece Workshop para o comércio local e palestras nas universidades. Em Teresina, o tema será Inovação e Empreendedorismo no dia 15, a partir das 17h, no estacionamento da Ponte Estaiada e com entrada gratuita.

O grupo que percorre várias cidades com o projeto, já esteve em cinco países, 18 estados e 400 municípios. De acordo com a organização do festival, estima-se que 80% dos insumos consumidos serão adquiridos em Teresina. Além de toda a estrutura necessária para sua realização, que também será contratada localmente, assim como a contratação temporária de funcionários para os serviços de preparo, atendimento, limpeza e outros fins.

De acordo com o coordenador do evento, Luiz Morfim, além de gerar emprego a população local, o festival movimenta a parte cultural da cidade. “Contratamos em média 50 pessoas da própria cidade para trabalhar conosco temporariamente e, além de oportunizar empregos, lidamos com o entretenimento, a gastronomia e a cultural local. Acreditamos que essa é uma forma de levar qualidade e mais comodidade ao consumidor, e participar da cultura local”, afirma Luiz.

Unindo a gastronomia com a cultura, durante todos os dias o festival conta com apresentações de bandas locais. “Teresina é toda arte em agosto, e o projeto veio para somar com a programação de aniversário da cidade. Essa será mais uma vitrine para nossos artistas divulgarem seus trabalhos e estarem mais próximos do público”, ressalta Abiel Bonfim, superintendente da FMC.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).