Os jovens do bairro Porto Alegre, localizado na zona Sul de Teresina, ganharam ontem (17) a oportunidade de participar do programa Miniempresa, graças a parceria entre a Prefeitura de Teresina e a associação Junior Achievement.

A comunidade foi recepcionada com uma aula inaugural realizada no Centro de Artes e Esportes Unificado (CEU) do bairro para conhecer os benefícios do programa, que proporciona conhecimento prático e teórico aos jovens estudantes do 2º ano do Ensino Médio, nas áreas de economia, negócios e na organização e operação de uma empresa.

Com duas turmas de 40 alunos, o Miniempresa será aplicado entre os jovens do bairro Porto Alegre, nas instalações do próprio CEU. A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC) é o órgão responsável pela articulação e monitoramento do Miniempresa.

De acordo com o secretário da SEMDEC, Fábio Nery, que esteve presente na aula inaugural representando o prefeito Firmino Filho, o programa é inovador e de grande importância para os jovens discernirem questões econômicas do dia a dia.

“O que estamos trazendo para esses jovens é algo inovador. Eles terão nas mãos a oportunidade de conhecer e saber lidar com o empreendedorismo e as mais diversas maneiras de gerir um negócio. Esse aprendizado não só vai refletir e impactar nos estudos, como também na vida pessoal de cada um, no dia a dia, dentro de casa”, explicou Fábio Nery.

Para a diretora da Junior Achievement, Celina Tourinho, os resultados positivos alcançados pelo programa só são possíveis devido às boas parcerias. “Só obtemos bons resultados e realizamos um trabalho de qualidade quando encontramos parceiros como a Prefeitura de Teresina, que está sempre aberta a levar conhecimentos importantes aos jovens”, disse.

“No Piauí, já formamos mais de 50 mil jovens que hoje estão no mercado de trabalho, dando resultados. É com este exemplo que chegamos aqui, pois o prefeito escolheu o Porto Alegre justamente para trazer uma nova visão aos jovens dessa comunidade, de como funciona o mundo dos negócios, da economia”, pontuou a diretora.

Os cursos terão 3h30 de duração em jornadas semanais, durante 15 semanas. Com a implantação do programa os participantes terão a oportunidade de vivenciar e aprender os conceitos de livre iniciativa, mercado e comercialização e produção, com o acompanhamento de profissionais das áreas de marketing, finanças, recursos humanos e produção.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).