Na última quinta-feira (14) esteve reunida na sede da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC) a equipe técnica que está à frente do projeto do Polo Gastronômico da Avenida Nossa Senhora de Fátima, que objetiva transformar aquele espaço em uma referência cultural para o município.

O prefeito Firmino Filho apoiou a proposta da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL), sobre a criação do polo e repassou à SEMDEC a responsabilidade de coordenar o projeto. No último dia 17 de julho foi feita uma reunião com os representantes dos restaurantes localizados na avenida, para ouvi-los sobre as suas principais demandas e sugestões, cujos resultados estão sendo analisados pela equipe técnica multifuncional. Ficou acertado, neste primeiro momento, que a SEMDEC fará o cadastramento do trecho que se inicia na avenida Dom Severino e prossegue até o balão da Universidade Federal do Piauí.

À Secretaria de Planejamento, que esteve na reunião representada pela arquiteta Constance Jacob, coube a elaboração do projeto, com base no cadastramento que será executado e nas sugestões apresentadas pelos empresários. O foco será para a iluminação da avenida, intervenções nas ruas laterais e secundárias, com asfaltamento e iluminação adequada, e a correção e melhoria das calçadas.

O presidente da ABRASEL/PI, Jorge Holanda, sugeriu que o nome do projeto fosse modificado, para evitar que apenas os empresários de gastronomia sejam envolvidos, considerando que a avenida possui muitos outros estabelecimentos comerciais, que também estarão se beneficiando das ações a serem implementadas.

Para o secretário da SEMDEC, Fábio Nery, a importância deste projeto está na oportunidade gerada para a Prefeitura de Teresina ouvir os empresários, associando as suas ações às principais demandas da área.”A primeira reunião que fizemos com os empresários foi importante porque abriu um leque de comunicação que antes não vinha sendo feito”, pontuou.

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano (SEMDUH) ficará responsável pela ampliação da iluminação e sua adequação à proposta, além de atender à sugestão de alteração da rota da coleta de lixo, adequando-a ao movimento dos restaurantes.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).