A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec) e a Secretaria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres (SMPM) lançaram nesta segunda-feira o regulamento para as inscrições da 2ª edição do Selo Dona Saló.

O documento reúne as diretrizes que norteiam os cinco critérios de avaliação das empresas que desejam participar da premiação. Os critérios são: empregabilidade e liderança de mulheres; educação; prevenção à violência; igualdade salarial; saúde e qualidade de vida. O Selo visa reconhecer as empresas localizadas em Teresina que atuam ou estabeleçam projetos, programas ou ações em prol da igualdade de gênero.

“O Selo Dona Saló é uma importante ferramenta de reconhecimento da Prefeitura de Teresina para com empresas que se preocupam com a equidade de gênero na cidade. O Selo quer garantir e proteger os direitos das mulheres no mercado de trabalho. Reconhecer essas empresas é estimular que mais empresas reconheçam a importância dessa pauta. Algumas, de acordo com nosso diagnóstico anterior, já pautavam isso e nem sabiam, por isso é tão importante falarmos sobre o assunto”, explicou o secretário da Semdec, Venâncio Cardoso.

De acordo com a gerente de Articulação e Transversalidade da SMPM, Adriana Carvalho, o objetivo do selo é levar informação e combater preconceitos. “Com essa ferramenta pretendemos diminuir o preconceito e a discriminação contra a mulher, oferecendo a elas um ambiente de trabalho com qualidade de vida”, afirmou.

Para Marina Venuto, representante da BioAnálise, uma das empresas ganhadora da 1ª edição do selo, a premiação é importante por levar a cidade a conhecer quem são as empresas que se preocupam com a questão, mas principalmente, para motivar empresas que já são pioneiras na questão da equidade de gênero.

“Esse selo veio para nos motivar. Há valorização da mulher na nossa empresa e esse prêmio veio fomentar isso. Isso foi uma contribuição enorme para nos dizer que estamos no caminho certo. O nosso quadro de funcionários é formado 84% por mulheres, inclusive, os quadros de liderança são compostos também por maioria de mulheres”, ressaltou Venuto em sua fala.

O Selo “Dona Saló – Empresa Promotora de Igualdade de Gênero” será concedido a pelo menos três empresas de cada categoria, entre: pequenas, medias e grandes empresas, considerando o número de colaboradores da empresa.  As inscrições para as empresas interessadas iniciam na terça-feira (15), e seguem até o dia 11 de novembro.

Acordo Semdec e Ufpi

Na oportunidade, a Semdec assinou um acordo de cooperação técnica com a Universidade Federal do Piauí (Ufpi) que visa estabelecer uma parceria para que estudantes do Grupo de Estudos em Sistemas de Produção (Gesp), que pertence à universidade, integrem oficialmente a equipe de pesquisa e acompanhamento da 2ª Edição do Selo Dona Saló.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).