Um representante do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) esteve reunido na manhã de hoje (22) com uma equipe da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec) colhendo informações sobre Teresina. O objetivo é a realização de um estudo de viabilidade socioeconômica sobre o Rodoanel.

A Prefeitura de Teresina, por meio da Semdec, está contribuindo para o estudo de forma quantitativa. “Disponibilizamos nossos projetos sobre a capital a fim de contribuir para este estudo de viabilidade socioeconômica, que tem o objetivo de minimizar conflitos”, destaca Fábio Nery, gestor da Semdec.

Leilane Vaz, economista e representante do DNIT, conta que o estudo está sendo feito para minimizar os impactos socioeconômicos. “Estamos fazendo esse estudo para minimizar o impacto que o Rodoanel terá sobre o município e o município sobre o Rodoanel”, explica.

 

Rodoanel

É uma obra de mobilidade urbana do governo do Estado do Piauí que vai proporcionar a desobstrução do tráfego da capital, garantindo qualidade de vida para população.

A previsão é de que após a inauguração cerca de cinco mil veículos pesados deixem de trafegar pelo perímetro urbano da capital, melhorando de forma significativa a fluidez no trânsito. Além disso, o Rodoanel vai reduzir em 15 quilômetros as distâncias entre as saídas Sul (BR 316) e Norte (BR 343) de Teresina.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).