93,5% dos turistas que visitam Teresina afirmam querer retornar

Teresina tem um grande potencial turístico. Prova disso é que muitos dos visitantes que chegam à cidade, motivados por negócios, acabam retornando por algum outro motivo. Essa é uma constatação apontada pela Superintendência da Infraero Piauí, em reunião recente do Conselho Municipal de Turismo (Comtur).

“O que a gente observa, pelo público que tem utilizado nosso aeroporto, é que esse turista vem para a cidade para fazer negócios e muitas vezes eles voltam uma segunda, uma terceira vez em função dos atrativos, e isso é muito representativo. É algo bem diferente, porque você vê que Teresina, com relação ao resto do Nordeste que tem uma publicidade centralizada em praia e sol, é uma cidade um pouco diferente disso”, disse o superintendente da Infraero no Piauí, Fernando Nicácio.

A constatação de Nicácio é confirmada por dados apresentados pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec). A coordenação Especial de Turismo do órgão revelou que dos 32.356 turistas atendidos pelas quatro Centrais de Atendimento ao Turista (Aeroporto, Rodoviária, Ponte Estaiada e Encontro dos Rios), nos setes primeiros meses de 2019, 93,5% afirmaram que retornariam a Teresina para realizar outras atividades.

De acordo com o Superintende da Infraero no Piauí, essa realidade é fruto de trabalho consistente, centralizado em dar bons resultados à Teresina. “O Piauí tem mostrado esse forte crescimento e esse ano tem sido exponencial. Nossa expectativa é de manter esse crescimento acima da média nacional e certamente isso é fruto de trabalho consistente, de um grupo unido capitaneado pela Semdec”, falou.

O coordenador Especial de Turismo da Semdec, Eneas Barros, explica que a cidade de Teresina acaba por atrair esse turista, que de alguma forma opta por voltar à capital. “Teresina é uma cidade essencialmente de negócios, essa é a principal motivação de viagem. Quando o turista chega aqui e resolve os seus compromissos, ele se encanta com coisas alternativas. Por exemplo: uma pessoa que venha fazer negócios acaba tomando conhecimento que existe o Corso. Ele vê a empolgação e já se imagina voltando para participar desse evento. Além disso, Teresina tem uma cultura muito boa para congressos, e o turista também retorna para esse tipo de evento”, explicou.

Teresina apresentada ao Brasil

O Comtur aprovou também a participação de Teresina em dois congressos que irão ocorrer até o fim do ano. São eles o 47ª ABAV Expo Internacional de Turismo, que ocorrerá em São Paulo no mês de setembro, e o FESTURIS Gramado – Feira Internacional de Turismo que em 2019 terá sua 31ª edição, em novembro.

Pela primeira vez, empresários e representantes de classe estão sendo enviados à ABAV com mais de 40 profissionais piauienses. Os eventos contarão com a parceria de três órgãos: Semdec, Sebrae e Setur.

O secretário da Semdec, Venâncio Cardoso, disse que o próximo passo para divulgar Teresina será apresentá-la de maneira mais atrativa nestes dois congressos. “Quando o Comtur delibera que Teresina tem que ser representada nesses grandes eventos de turismos, na verdade o Conselho confia na potencialidade da capital e quer que ela apareça. É cada vez mais importante que haja representação com stand, distribuição de material promocional e o que mais for possível para mostrar a cara da cidade e como ela pode ser atrativa para negócios, lazer e outros”, finalizou.

Atendimentos ao turista aumentam nos primeiros quatro meses deste ano em Teresina

Os Centros de Atendimento ao Turista (CATs), mantidos pela Prefeitura de Teresina através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), registraram um aumento de 81,8% no atendimento só nestes quatro primeiros meses de 2019. No total, foram 16.713 visitantes. No mesmo período de 2018 foram registrados apenas 9.191 visitantes.

O CAT que apresentou maior crescimento foi o instalado na Ponte Estaiada, cujo fluxo de atendimentos cresceu 270,4% entre os dois períodos. Os demais cresceram na seguinte proporção: CAT Aeroporto com 69,3%; CAT Encontro dos Rios com aumento de 39,5% e CAT Terminal Rodoviário com 34,1%.

De acordo com o coordenador especial de Turismo da SEMDEC, Eneas Barros, estes números são importantes, pois são resultados de pesquisas para o acompanhamento das ações desenvolvidas pela Prefeitura.

“A Semdec vem realizando pesquisas há seis anos para monitorar o comportamento do fluxo de turistas que se destina a Teresina. Com esses dados, conseguimos entender a dinâmica da atividade turística e o que vem ocorrendo na busca pela prestação da informação nos quatros Centros de Atendimento que a Secretaria mantém em Teresina”, explicou o coordenador.

O acompanhamento da quantidade de atendimentos é feito nos CATs, na medida em que alguém busca diversos tipos de informações. Quando essas pessoas são identificadas como turista, o atendente aplica um questionário para avaliar suas impressões sobre a cidade.

Para o secretário da Semdec, Venâncio Cardoso, esse crescimento foi induzido pela reação do fluxo de passageiros no Aeroporto de Teresina, que, segundo dados da Infraero, nos primeiros quatro meses do ano cresceu 26,2% em relação ao igual período do ano anterior.

“Podemos dizer que os esforços da Semdec, para gerar entretenimento no município e com isso elevar a permanência média, têm trazido resultados positivos para o Turismo, especialmente com o crescimento no número de eventos realizados na área do Complexo Turístico Mirante Ponte Estaiada”, disse o secretário.