Regulamento do Selo Dona Saló é lançado no Palácio da Música

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec) e a Secretaria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres (SMPM) lançaram nesta segunda-feira o regulamento para as inscrições da 2ª edição do Selo Dona Saló.

O documento reúne as diretrizes que norteiam os cinco critérios de avaliação das empresas que desejam participar da premiação. Os critérios são: empregabilidade e liderança de mulheres; educação; prevenção à violência; igualdade salarial; saúde e qualidade de vida. O Selo visa reconhecer as empresas localizadas em Teresina que atuam ou estabeleçam projetos, programas ou ações em prol da igualdade de gênero.

“O Selo Dona Saló é uma importante ferramenta de reconhecimento da Prefeitura de Teresina para com empresas que se preocupam com a equidade de gênero na cidade. O Selo quer garantir e proteger os direitos das mulheres no mercado de trabalho. Reconhecer essas empresas é estimular que mais empresas reconheçam a importância dessa pauta. Algumas, de acordo com nosso diagnóstico anterior, já pautavam isso e nem sabiam, por isso é tão importante falarmos sobre o assunto”, explicou o secretário da Semdec, Venâncio Cardoso.

De acordo com a gerente de Articulação e Transversalidade da SMPM, Adriana Carvalho, o objetivo do selo é levar informação e combater preconceitos. “Com essa ferramenta pretendemos diminuir o preconceito e a discriminação contra a mulher, oferecendo a elas um ambiente de trabalho com qualidade de vida”, afirmou.

Para Marina Venuto, representante da BioAnálise, uma das empresas ganhadora da 1ª edição do selo, a premiação é importante por levar a cidade a conhecer quem são as empresas que se preocupam com a questão, mas principalmente, para motivar empresas que já são pioneiras na questão da equidade de gênero.

“Esse selo veio para nos motivar. Há valorização da mulher na nossa empresa e esse prêmio veio fomentar isso. Isso foi uma contribuição enorme para nos dizer que estamos no caminho certo. O nosso quadro de funcionários é formado 84% por mulheres, inclusive, os quadros de liderança são compostos também por maioria de mulheres”, ressaltou Venuto em sua fala.

O Selo “Dona Saló – Empresa Promotora de Igualdade de Gênero” será concedido a pelo menos três empresas de cada categoria, entre: pequenas, medias e grandes empresas, considerando o número de colaboradores da empresa.  As inscrições para as empresas interessadas iniciam na terça-feira (15), e seguem até o dia 11 de novembro.

Acordo Semdec e Ufpi

Na oportunidade, a Semdec assinou um acordo de cooperação técnica com a Universidade Federal do Piauí (Ufpi) que visa estabelecer uma parceria para que estudantes do Grupo de Estudos em Sistemas de Produção (Gesp), que pertence à universidade, integrem oficialmente a equipe de pesquisa e acompanhamento da 2ª Edição do Selo Dona Saló.

Semdec certifica pesquisadores voluntários que trabalharam no Corso 2019

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC) entregou na manhã desta quinta-feira (07) os certificados de participação para os pesquisadores voluntários que trabalharam na pesquisa realizada no Corso 2019.

No total, mais de 20 estudantes do curso de Turismo da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) e de outros cursos da Universidade Federal do Piauí (UFPI) receberam um certificado de 60h assinado pelo secretário Venâncio Cardoso.

A aplicação dos questionários, que vem sendo praticada pela Semdec desde 2015, acontece durante as horas de folia do Corso do Zé Pereira e tem o intuito de traçar um perfil da movimentação turística na capital em função da festividade. Além disso, de acordo com o coordenador de Turismo da Semdec, Eneas Barros, a pesquisa permitirá também calcular a receita gerada pelo evento e reunir informações relevantes para o setor turístico, como: gastos do turista, avaliação da hospedagem, opiniões e sugestões sobre a festa.

Segundo o gestor da Semdec, Venâncio Cardoso, pesquisas anuais como esta são extremamente benéficas para o norteamento tanto da Prefeitura de Teresina, como dos empresários teresinenses. O secretário comentou também sobre a expectativa com o Corso 2020 após a promoção da Famtour e a venda do mesmo como produto turístico pelas empresas de Turismo do Brasil.

“Ter em nossas mãos essas informações é sempre bom e importante. Primeiro, porque contribui na organização dos próximos anos pela Prefeitura e segundo, porque permite aos empresários do setor de turismo enxergar suas falhas e com isso, concertá-las. A Famtour, que nós promovemos pela primeira vez, veio também agregar com os resultados do próximo ano, que esperamos ser positivos para a nossa capital”, conclui.

O Corso de Teresina, que já entrou para o Livro dos Recordes no ano de 2012 como o maior desfile de carros alegóricos do mundo, reuniu neste ano cerca de 230 mil foliões, que curtiram o evento com segurança e variedade de ritmos e estilos.

Circuito de Gastronomia celebra culinária nordestina no Mercado da Piçarra

Com a ideia de evidenciar os pratos e o trabalho de cada permissionário do Mercado da Piçarra, localizado na zona sul, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), em parceria com a Superintendência de Desenvolvimento Urbano Sul (SDU/Sul), realizou o Circuito de Gastronomia. Atividade que faz parte da celebração da inauguração da nova praça de alimentação do mercado, ocorrida no sábado (11).


O Circuito de Gastronomia levou os 28 permissionários da praça de alimentação a apresentar o melhor da culinária nordestina no local. Todos com porções padronizadas sendo vendidas no valor de R$ 5,00. A atividade também é parte da programação oficial do aniversário de 166 anos de Teresina.


Com a apresentação de uma grande variedade de pratos, o Circuito de Gastronomia despertou a curiosidade, e o apetite, de quem passava pelo local. Pratos como, panelada, sarapatel, cuscuz com carne de sol, bolo frito, mão de vaca, entre outros, foram os itens mais procurados.


Um exemplo disso é a Banca da Paixão, comandada por Dona Maria Paixão Lopes, que trabalha no mercado há mais de 30 anos. Ela, que estava bastante atarefada durante a inauguração, estava vendendo muito bem sua mão de vaca, que é um prato composto por carne de boi preparada incluindo osso e bastante tutano.


Para a administradora do Mercado da Piçarra, Gloria Silva, o Circuito foi uma ideia bem elaborada para apresentar melhor a culinária do local. “Achei uma iniciativa ótima. Para todas as pessoas que puderam participar e dar sua contribuição, é algo muito importante um momento como esse para nós, porque as pessoas ficam conhecendo verdadeiramente a culinária do Mercado”, disse.


De acordo com o secretário da Semdec, Venâncio Cardoso, a melhoria das instalações, além de dar uma cara nova ao já considerado ponto turístico de gastronomia, dará também novo animo as permissionários.


“A SDU/Sul realizou um ótimo trabalho, o Mercado da Piçarra é um local muito frequentado pelos teresinenses e precisava ser repaginado, isso dá até mais animo para quem trabalha no local. A Semdec deu sua contribuição realizando o Circuito de Gastronomia que a meu ver deu animo extra para que os permissionários fizessem desse momento, essa grande festa que foi”, destacou.


Sorteio


A Semdec realizou ainda, ao fim da solenidade de inauguração, um sorteio de um fogão industrial entre os permissionários. A ganhadora foi a Dona Benedita Evangelista de Araújo, mais conhecida como Vera. A mulher trabalha no Mercado há cinco anos e disse ter ficado muito feliz com a premiação. “Eu estava ali do outro lado e ouvi meu nome. Estou feliz demais”, falou.


Além disso, o secretário da Semdec realizou também a entrega dos certificados de participação aos permissionários que assistiram palestras sobre higienização e manipulação de alimentos realizada na última quarta-feira (8).