Desenvolvimento da indústria é tema de reunião entre SEMDEC e empresários

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC), Aluísio Sampaio, reuniu-se com membros da Associação Industrial do Piauí (AIP) para discutir o desenvolvimento da indústria teresinense. No encontro, o gestor apresentou algumas metas e investimentos da Prefeitura de Teresina para reestruturação do Polo Industrial, assim como, seu fortalecimento previsto para este ano.

De acordo com o presidente da AIP, Joaquim Costa, o orçamento deste ano já foi aprovado. “Nosso desejo é que os recursos de pavimentação asfáltica, estruturação dos polos e do centro de desenvolvimento continuem a ser aproveitados na capital”, afirmou Costa.

Desenvolvimento da indústria é tema de reunião entre SEMDEC e empresários.

Desenvolvimento da indústria é tema de reunião entre SEMDEC e empresários.

O secretário Aluísio Sampaio pontuou que o cenário econômico no país tem afetado o setor industrial e que a gestão municipal está empenhada em contribuir com essa área essencial da capital, que gera emprego e renda. “Nós estamos planejando um diálogo com a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico para que possamos ver um cronograma de execução de obras voltadas ao setor empresarial”, disse.

Durante a reunião, os empresários afirmaram que o grande desejo da categoria é o Polo Industrial com estrutura adequada para as empresas já instaladas lá e que se torne atrativo para os futuros empreendedores que chegarem à capital.

Ainda segundo o secretário Aluísio, o desafio é conseguir executar o que foi acordado com o Estado, dentro das possibilidades da prefeitura municipal. “É por isso que eu vou sentar com o secretário do Estado para saber o que foi decidido entre os empresários e governo, assim saberemos se estas obras vão ser desenvolvidas, porque se não houver possibilidade vamos refazer todo nosso cronograma dentro do que pode ser feito pela PMT e tentar progredir nesse ramo”, esclareceu o secretário de Desenvolvimento Econômico.

PIB de Teresina cresce 20% em um ano e já é o 19º entre as capitais brasileiras

O Produto Interno Bruto (PIB) de Teresina cresceu 20% de 2013 para 2014. Com isso, as cifras passaram de R$ 14,80 bilhões para 17,76 bilhões, o que levou a cidade a pular para 19ª posição entre todas as capitais do Brasil.
Levantamento divulgado em conjunto pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e pela Fundação Cepro na manhã desta quarta-feira (14) apontou que o PIB de Teresina chegou a R$ 17.762.266.000 em 2014. Isso representa 47% do PIB do Piauí no ano pesquisado.
De acordo com o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Fábio Nery, os números apontam uma significativa melhora do desempenho teresinense no cenário econômico. “Em 2013, Teresina ocupara a 50ª no ranking do PIB entre os 100 maiores municípios brasileiros. Em 2014, passou para 41ª, subindo nove colocações. Esta subida não era observada em anos anteriores”, destaca.
Segundo o estudo divulgado pelo IBGE e pela Fundação Cepro, o setor de Serviços foi o mais representativo em 2014 (76,31%), seguido da Indústria (23,38%). Os maiores aumentos foram nos Serviços de Utilidade Pública (400,33%), indústria de transformação (60%) e construção civil (40%).
“Este desempenho se deve ao crescimento observado em PIB em dois anos, demonstrando que a economia da cidade deu sinais de aceleração no período”, comemora Fábio Nery.

 

Resultado da seleção do Programa Minha Primeira Empresa sai nesta segunda-feira (20)

A Associação de Jovens Empreendedores do Piauí e o Instituto de Estudos Empresariais vão divulgar nesta segunda-feira (20) o resultado do programa Minha Primeira Empresa. O resultado será divulgado nos respectivos sites, http://www.ajepiaui.com.br/, http://www.iemp.com.br/site/ .

Dos 500 jovens inscritos no programa, apenas 100 foram selecionados para participar dos cursos de iniciação ao empreendedorismo, gestão da primeira empresa e plano de negócios, criação da empresa e a obtenção de crédito.

O programa é uma parceria da AJE, do IEMP e, da Prefeitura de Teresina, por meio, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Teresina.

“O projeto tem uma proposta moderna e atual, aliando crédito com qualificação e acompanhamento com o objetivo de capacitar empreendedores e aumentar suas oportunidades de negócios de forma sustentável, tornando possível e viável a formalização da primeira empresa”, destaca o secretário da SEMDEC, Fábio Nery.

O programa Minha Primeira Empresa foi criado em 2011, idealizado pela Associação de Jovens Empreendedores e Empresários de Goiás (AJE Goiás). Esse projeto é destinado a graduandos de cursos ligados à gestão empresarial, pessoas que tenham projetos para empreender, empresários não formalizados e membros da comunidade que busquem sua primeira empresa.

 

Câmara Setorial do Turismo é oficializada

O turismo Piauiense ganhou reforços na manhã desta terça-feira (14), devido a assinatura do decreto de oficialização da Câmara Setorial do Turismo. A Prefeitura de Teresina por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo está ligada a esta câmara com o objetivo de alavancar o turismo no Estado.
Na ocasião, o secretário da SEMDEC,  Fábio Nery, destaca que o objetivo da Câmara é fazer um planejamento para melhorar o turismo. “A partir do momento que há desenvolvimento econômico planejado a economia anda e consequentemente o turismo evolui”, observa.
“Temos o maior corso do mundo, o maior lençol freático do mundo, precisamos acreditar no nosso Estado e nunca perder a esperança”, completa Ehrlich Cordão, presidente da câmara setorial do Turismo.
As Câmaras Setoriais são um elo de ligação entre o setor privado e público, com a finalidade de propor, apoiar e acompanhar ações para o desenvolvimento das atividades da cadeia produtiva.
O governador do Estado, Wellington Dias, agradeceu a dedicação das equipes que compõe as Câmaras. “Todos temos um objetivo em comum, fazer com que o Piauí evolua o desenvolvimento econômico”, observa.

Promover o crescimento econômico é meta da SEMDEC

A promoção do crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável foi um dos temas abordados pelo secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Fábio Nery, durante a Oficina de Planejamento da Rede ODS – Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. O evento foi realizado nesta manhã, no auditório da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social.

Segundo o secretário, inserir o jovem no mercado de trabalho é uma das prioridades da Prefeitura Municipal de Teresina. “Para este ano, a expectativa é que sejam gerados, no setor de Call Center, cerca de 15 mil empregos para aqueles que estão na faixa etária de 18 a 24 anos”, destaca.

Ele ressalta que Teresina hoje é uma das capitais que mais geram emprego na área de telemarketing, graças à política municipal de incentivo e atração de novas empresas.

Representantes de vário órgãos públicos estiveram presentes na oficina e foram convidadas a refletir sobre as prioridades para Teresina. No evento, foram expostas estratégias para alcançar objetivos de Desenvolvimento Sustentável e os dezessete objetivos da ODS

A rede de Objetivos de Desenvolvimento Sustentável prevê ações mundiais nas áreas de erradicação da pobreza, segurança alimentar, agricultura, saúde, educação, igualdade de gênero, redução das desigualdades, energia, água e saneamento, padrões sustentáveis de produção e de consumo, mudança do clima, cidades sustentáveis, proteção e uso sustentável dos oceanos e dos ecossistemas terrestres, crescimento econômico inclusivo, infraestrutura, industrialização, entre outros.