Empreende Bairro movimenta o Mocambinho com exposições e atividades culturais

O Projeto Empreende Bairro encerrou, na noite de ontem (22), mais um ciclo de atividades e ficou marcado pelo incentivo e a valorização dos empreendimentos do bairro Mocambinho. Realizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), a “Feira Empreende Bairro”, montada na Praça da Telemar, no bairro Mocambinho, veio com proposta de aliar a exposição de produtos e serviços a atividades culturais, como shows musicais e desfiles de moda. Cerca de 24 empreendedores participaram do evento.

De acordo com o Prefeito Firmino Filho, a capacitação oferecida pelo projeto fortalece o desenvolvimento das habilidades dos empreendedores do ‘Polo Mocambinho’. “Sabemos que a luta para se estabelecer o próprio negócio não é fácil e a Prefeitura, por meio da Semdec, juntamente com os parceiros envolvidos, trouxeram para esta região um processo de qualificação para estes empreendedores. A Feira marca o fim das atividades do projeto a partir da exposição dos negócios daqueles que participaram da iniciativa”, explicou.

Segundo o gestor da Semdec, Venâncio Cardoso, o sucesso da Feira Empreende Bairro consolidou o objetivo final do projeto. “Tem muita gente participando, apoiando e enxergando a importância do Empreende Bairro. O nosso objetivo com esta feira é justamente dar aos micro e pequenos empreendedores a oportunidade deles mostrarem seus produtos e serviços e com isso, multiplicarem seus negócios, uma vez que, eles tendo visibilidade da comunidade local, a probabilidade do dinheiro continuar circulando nesta região é muito maior, fato que posteriormente gera riqueza, renda e emprego”, afirmou.

Para Wagna Costa, que trabalha com aluguel de roupas para eventos especiais e foi uma das expositoras no evento, o projeto impactou significativamente sua empresa, que está há mais de 30 anos no mercado. “Foi extremante gratificante participar do Empreende Bairro. Fui a todos os minicursos e posso dizer que era tudo o que eu mais precisava. Chegou no momento certo. Trabalho há 30 anos com roupas de aluguel e desde o primeiro dia venho aplicando tudo o que vi no curso no dia a dia da loja. Ver as roupas que alugo fazendo parte de um desfile para a minha comunidade não tem preço. Estou me sentindo famosa”, brincou a empreendedora.

Moradora do bairro há mais de dez anos, Isadora Oliveira foi uma das visitantes que chegou cedo para conferir de perto os estands e acompanhar os desfiles. “Eu estou adorando. É uma iniciativa muito boa para o meu bairro. Moro aqui há um bom tempo e tem lojas que eu não sabia que tinham no Mocambinho. O desfile, para mim, foi o diferencial da noite. Muita roupa bonita. Amei”, analisou.

O Projeto Empreende Bairro é uma realização da Prefeitura de Teresina por meio da Semdec, em parceria com a Rede Clube, o Sebrae no Piauí e o Conselho Regional de Administração (CRA-PI). Todas as capacitações, que iniciaram no final de outubro, ocorreram durante a noite na sede do Instituto Educacional São José e se centralizaram em quatro cursos: Gestão de Marketing, Finanças, Pessoas e Tecnologia e Sustentabilidade.

Ser empresa sustentável é foco de discussão no último minicurso do Projeto Empreende Bairro

As várias perspectivas da tecnologia, aliada a sustentabilidade, é foco do último minicurso oferecido pelo Empreende Bairro. O curso intitulado ‘Tecnologia e Sustentabilidade’, que começa nesta terça-feira (19), a partir das 18h, será conduzido pela professora e consultora do Sebrae no Piauí, Mirna Escórcio, e tem como objetivo fazer com que os empreendedores ponham em prática o hábito de serem sustentáveis em seus negócios, desde o começo.

Temas como dimensão econômica, social e ambiental da sustentabilidade; boas práticas sustentáveis; melhoria da imagem e lucratividade da empresa a partir do “ser sustentável”; consumo consciente e redução de desperdícios, serão as bases do curso que acontecerá no Instituto Educacional São José, no bairro Mocambinho, zona norte. O minicurso encerra na sexta-feira (22).

De acordo com a consultora do Sebrae no Piauí, os alunos poderão esperar uma aula que una teoria e prática. “Sempre trabalho a contextualização para que os participantes possam transformar a teoria em prática de acordo com suas atividades e/ou setor. Então serão compartilhados conhecimentos na área cognitiva para que eles possam aplicar através da área atitudinal e desenvolver assim a sustentabilidade em suas empresas”, explica.

Ainda de acordo com Mirna Escórcio, a maior dificuldade ao trabalhar a sustentabilidade empresarial são as questões culturais já absorvidas pela grande maioria dos micro e pequenos empreendedores. “Geralmente eles não têm o hábito de trabalhar a sustentabilidade porque acham um tema muito distante da sua realidade, alguns acham que por serem ‘tão pequenos’ não precisam ou não têm como ‘investir’ em sustentabilidade. Nosso objetivo é justamente trabalhar neles a quebra desse padrão de pensamento, desse paradigma”, relata.

Para Thatyara Queiroz, empreendedora no ramo de acessórios, o curso veio como oportunidade a mais da sua empresa contribuir com o meio ambiente e ser sustentável. “Este é o tema do momento, talvez um dos cursos mais importantes. Quero muito poder mostrar aos meus clientes que eu e minha empresa nos preocupamos e contribuímos com a melhoria do nosso planeta. Eu já tento colocar a sustentabilidade em prática na minha empresa por meio das sacolas e dos papeis de personalização da entrega, mas espero poder aprender mais e tirar as minhas dúvidas com a professora”, finaliza.

O Projeto Empreende Bairro é uma realização da Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), em parceria com a Rede Clube, o Sebrae no Piauí e o Conselho Regional de Administração (CRA-PI).

Feira Empreende Bairro

Na última segunda-feira (18), os participantes do Empreende Bairro receberam uma aula de orientação para a feira de encerramento do projeto. A ‘Feira Empreende Bairro’, que ocorrerá na sexta-feira (22), das 17h às 23h, tem como objetivo unir empreendedores da região para expor seus produtos e serviços, misturando a ação com apresentações culturais, fechando o ciclo de capacitações do Projeto. A aula ministrada pela consultora de moda do Sebrae no Piauí, Gabriela Fortes, centralizou informações fundamentais para a boa exposição durante o evento.