Dr. Pessoa participa do lançamento de novo empreendimento que vai gerar mais de 500 novos empregos em Teresina

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, participou, na manhã desta terça-feira (17), da solenidade que marcou o início das obras para a construção de um novo home center do Grupo Carajás, na capital do Piauí, o primeiro empreendimento da empresa no Estado. Na oportunidade, o gestor destacou a importância do estímulo econômico para potencializar as oportunidades no município.

“É uma coisa fundamental, que com certeza vai gerar muitos empregos na nossa cidade. O grupo escolheu Teresina não apenas por uma questão de mercado, mas também pela segurança jurídica. Estamos orgulhosos de ter esse grupo, genuinamente nordestino, investindo e se instalando em nossa cidade, gerando diversas oportunidades de trabalho e renda”, disse Dr. Pessoa.

Segundo Alexandre Mendonça, presidente do Conselho de Administração do Grupo Carajás, a estimativa é que a nova loja seja inaugurada em outubro, gerando 500 postos de trabalhos diretos e mais de mil indiretos. “Vemos Teresina com uma perspectiva muito boa de desenvolvimento, acreditamos muito que esse Estado vai crescer no segmento da construção civil. chegamos para contribuir com esse crescimento”, disse.

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC), Marcelo Eulálio, afirma que o poder público tem trabalhado para agilizar a criação de novos negócios em Teresina. “O compromisso da gestão do nosso prefeito Dr. Pessoa é desburocratizar, fazer com que esses empreendimentos possam se instalar o mais rápido possível”, enfatizou.

Sobre a empresa

Fundado em 1974, em Maceió (AL), o Grupo Carajás integra a lista dos mais importantes home centers do país, ocupando a 8ª posição no ranking das lojas de material de construção, segundo a Anamaco.

Nos seus mais de 45 anos de história, a empresa tem atuado no mercado varejista e acelerado o seu projeto de expansão com oito lojas distribuídas em quatro Estados do Nordeste: Alagoas, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará.