Hemopi volta à Ponte Estaiada em nova campanha de doação de sangue nesta quarta (29)

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí (Hemopi) voltará para a Ponte Estaiada a partir desta quarta-feira (29). Pela terceira vez a Unidade Móvel ficará instalada no local por dois dias com o objetivo de reabastecer o estoque de sangue em Teresina. A ação que acontece nos dias 29 e 30, de 8h às 16h30, tem apoio da Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec).

De acordo com o Hemopi nas duas primeiras ações foram coletadas mais de 300 bolsas de sangue. Eles avaliam que a iniciativa teve uma boa receptividade por parte dos doadores, e o órgão estuda a possibilidade de expandir esse modelo de coleta para outras regiões de Teresina.

“Tivemos uma boa resposta do público que atendeu ao nosso chamado nas ações realizadas na Estaiada. Estamos agora analisando outros locais que tem condições parecidas com as da ponte e atendem as normas de segurança exigidas para poder levar a Unidade Móvel a outras regiões de Teresina”, explica do diretor do Hemopi Jurandir Martins Filho.

O secretário da Semdec, Raul Ferraz, destaca a visibilidade da Ponte Estaiada em ações como esta. “A nossa ponte é um importante símbolo para a cidade, talvez por isso seja tão positivo para campanhas como esta. A gente vê que as pessoas realmente estão indo ao local doar, isso é muito importante, já que até semanas atrás nossa cidade estava quase sem estoque”, disse.

Doações agendadas

O Hemopi disponibiliza ao doador, a possibilidade de agendar sua doação. Basta o interessado entrar em contato pelos telefones: Teresina (86) 9 88946614, Parnaíba (86) 9 8894 7159, Picos (89) 9 8801 1717 e Floriano (89) 9 8801 1984.

Ponte Estaiada receberá campanha do Hemopi pela doação de sangue

23 de junho de 2020

O estacionamento do Complexo Turístico Ponte Estaiada será palco de uma campanha pela doação de sangue, organizada pelo Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí (Hemopi). O local receberá uma unidade móvel de coleta de sangue para facilitar o acesso de doadores. A ação terá início nesta quarta-feira (24) e terminará na sexta-feira (26), com atendimento de 8h às 16h30.

Com a pandemia do novo coronavírus, houve uma diminuição drástica no número de doações registrada em todo o país. No Piauí, de acordo com o Hemopi, a queda foi de cerca de 50% nas doações, em especial no mês de maio. A campanha que já fazia parte do calendário de ações do mês de junho, por ser o mês do doador, também chega como apelo por mais doações.

Para Raul Ferraz, gestor da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), órgão responsável pelo Complexo Turístico Ponte Estaiada, a campanha chega em um momento delicado, por isso é tão especial. “A Semdec claramente iria apoiar essa iniciativa que também salva vidas. Convido a população de Teresina que compareça ao estacionamento da Ponte Estaiada, com documento com foto, para doar sangue. Qualquer tipo de sangue é importante”, comenta.

De acordo com o diretor-geral do Hemopi, Jurandir Filho, a campanha faz parte das ações do Junho Vermelho, iniciativa com o intuito de sensibilizar ainda mais os brasileiros para a doação de sangue. “Aqui no Piauí, estamos inseridos nesse movimento realizando uma série de ações para trazer a população para doar. Por isso, de quarta a sexta-feira, dias 24, 25 e 26 estaremos com nosso ônibus de coleta na Ponte Estaiada, na Avenida Raul Lopes, buscando mais um reforço no nosso estoque. Temos enfrentando uma série de dificuldades desde o mês de março por causa da pandemia no novo coronavírus em termos de doadores de sangue. Como tivemos essa redução significativa nas doações durante esse mês de junho, nós estamos ainda mais sensibilizados no intuito de promover mais ações como esta”, explicou.

Decisão do STF sobre homossexuais

O Supremo Tribunal Federal (STF) extinguiu as restrições à doação de sangue por homens homossexuais no último dia 8 de maio. Por maioria dos votos, os ministros decidiram que as normas do Ministério da Saúde (MS) e da Anvisa que impediam o recebimento de doações eram inconstitucionais. Por causa disso, no dia 12 de Junho, o Hemopi atualizou os critérios para a triagem de doadores de sangue, possibilitando assim que homossexuais que desejam fazer uma doação possam ser submetidos à triagem clínica habitual. Os critérios habituais são: ter entre 16 e 69 anos, pesar acima de 50kg, estar saudável, bem alimentado e apresentar um documento oficial com foto.