Ponte Estaiada recebe iluminação especial pelo Dia da Conscientização da Cardiopatia Congênita

Na noite desta quarta-feira (10), a Ponte Estaiada ganhará uma iluminação especial em azul e vermelho. É que hoje é dia Nacional e Estadual da Conscientização da Cardiopatia Congênita (defeito no coração). A ação tem a proposta de chamar a atenção da sociedade e sensibilizar autoridades sobre os casos em Teresina.

Segundo dados da American Heart Association, a cardiopatia congênita ocorre enquanto o feto está se desenvolvendo no útero e pode afetar cerca de 1 em cada 100 crianças. A questão é uma das principais causas de óbito relacionadas a malformações congênitas.

Para o secretário da Semdec, Venâncio Cardoso, o simples ato de mudar as cores de uma das principais construções da capital já é uma ação importante para chamar atenção sobre esse problema.

“Pouca gente sabe, mas em torno de 23 mil crianças com problemas cardíacos, 80% necessitarão de alguma cirurgia cardíaca durante a sua evolução. É uma questão pouco comentada na nossa sociedade. E depois de contato com Grupo de Pais de Crianças com Cardiopatia Congênita aqui de Teresina, pensamos em fazer essa ação para dar visibilidade para essa questão”, explicou.

Prefeito se reúne com empresários para discutir tarifa de iluminação

O prefeito Firmino Filho se reuniu com representantes de categorias empresarial e de consumidores de energia elétrica da capital. A ideia foi discutir alternativas em relação à cobrança da Contribuição para Custeio da Iluminação Pública (Cosip), ouvindo as reivindicações e propostas formuladas tanto pela equipe do executivo municipal quanto pelo Conselho de Contribuintes.

O prefeito explicou que, ainda no ano passado, a Câmara Municipal aprovou alterações no Código Tributário em que se colocava a cobrança da Cosip em 12% do consumo dos clientes, seja eles da categoria residencial ou empresarial. O Código também retirava o teto de contribuição que era de 2000 kWh, no consumo residencial e 5000 kwh, nas demais classes. “É importante que a gente possa ter esse acompanhamento e essa avaliação do setor industrial e empresarial da nossa cidade. Estamos abertos ao diálogo e vamos fazer os estudos, baseado nessa nova demanda e buscar a melhor solução”, garantiu o prefeito.

Para o presidente do Conselho de Contribuintes da Eletrobras, Gilberto Pedrosa, a ideia era buscar sensibilizar o prefeito em relação aos reajustes na tarifa, que acabam trazendo desdobramentos no setor empresarial do Estado. “Tivemos o reajuste da tarifa de energia em mais de 27%, a instituição da bandeira vermelha. O Governo do Estado conseguiu aprovar o aumento do ICMS para a energia elétrica que passar a valer a partir de janeiro. Então, foi um impacto financeiro muito grande no setor. Mas a reunião com o prefeito foi bastante positiva. Ele mostrou sensibilidade nessa situação que atingiu o setor produtivo que teve um impacto significativo com as tarifas referentes à energia”, destacou.

O secretario municipal de Desenvolvimento Econômico (Semdec), Aluísio Sampaio, também avaliou a conversa como positiva e destacou a importância do diálogo para se chegar a uma alternativa que venha a ser favorável a todos os lados. “O prefeito se sensibilizou com esse impacto na economia da cidade. Então, vamos analisar as colocações que foram feitas pelos contribuintes e corrigir eventuais distorções que venham a ser encontradas”, ponderou.

Uma das alternativas é a retomada do teto, mas com um reajuste de valores correspondente ao reajuste na tarifa. O secretário municipal de Finanças Moura Neto destacou que as equipes da Secretaria de Finanças farão um estudo e também irão realizar levantamentos da metodologia utilizada em outras cidades para se encontrar uma melhor alternativa.