“Finanças Para o Pequeno Negócio” é o tema da primeira live do Projeto Empreende Thech

Enxergando as dificuldades que o pequeno empreendedor está enfrentando neste período de mudanças, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), por meio do Programa Thech, promoverá, nesta sexta-feira (22), uma live no Instagram para tratar sobre “Finanças Para o Pequeno Negócio”. A iniciativa faz parte de uma estratégia de engajamento montada pela equipe do Empreende Thech e visa ensinar a classe empreendedora a gerir melhor a vida financeira da sua empresa.

A live, expressão utilizada para denominar transmissões ao vivo na plataforma do Instagram, acontecerá às 16h30 na página do Programa Thech (@programathech) na rede social. Para participar, basta acessar o Instagram no horário indicado e procurar pela página do Programa.

Segundo a Coordenadora de Educação do Programa Thech, Mayra Moura, muitas dicas práticas de organização financeira serão dadas durante a transmissão ao vivo. “Elencamos alguns conteúdos básicos para quem é do pequeno negócio e em um período em que o dinheiro é a grande questão e a queda da lucratividade também, ensinaremos os empreendedores a separar finanças pessoais das empresariais, administração e equilíbrio de gastos e como realizar uma gestão estruturada do seu dinheiro. Será uma live sucinta, de 30 a 40 minutos, e darei dicas super práticas e necessárias nesse período”, falou.

Ainda segundo a coordenadora, outras lives acontecerão. “Finanças é só o primeiro tema. Com esta live conseguiremos engajar os empreendedores cadastrados no Programa a acessarem nossa conta no Youtube, conta essa que só os inscritos têm acesso, e fazer com que mais empreendedores se cadastrem. Nesta plataforma a equipe disponibiliza vários vídeos com diferentes assuntos, como vendas online, plataformas de pagamento, marketing, logística e outros. É tudo gratuito e com uma linguagem muito acessível”, explica.

De acordo com o secretário da Semdec, Raul Ferraz, a live faz parte de uma tentativa da pasta de ajudar os pequenos e médios empreendedores de Teresina nesse período de mudanças. “O Empreende Thech foi um projeto pensado para dar apoio a esta categoria. Para além de uma vitrine virtual, temos a intenção de aumentar o conhecimento deles sobre gestão dos seus negócios e sobre alternativas para contornar os problemas que vierem a aparecer, como, por exemplo, ferramentas e meios de distribuição dos seus produtos. Então, cadastrem-se no site e usufruam das possibilidades”, completa.

O Empreende Thech é uma iniciativa da Prefeitura de Teresina, por meio da Semdec e do Programa Thech, e funciona como uma grande vitrine virtual, criando um canal direto entre fornecedores e consumidores. O procedimento de inscrição é gratuito e todo e qualquer empreendedor, com CNPJ ou não, pode participar, basta acessar o site www.empreendeteresina.com.br e preencher o cadastro.

Fiscalização do Procon Teresina será apenas em casos urgentes e denúncias virtualmente

O Procon Teresina teve parte de suas atividades de fiscalização suspensas na útlma terça-feira (24). A medida veio em atendimento aos decretos emitidos pelos chefes do Poder Executivo dos três níveis de governo, bem como às notas técnicas e recomendações emitidas pelos Procons. Dessa forma, as fiscalizações deixaram de ser presenciais e passaram a ser recebidas somente por meio virtual. Apenas casos urgentes e excepcionais serão objeto de fiscalização in loco.

“Nós recebemos essas recomendações e avaliamos que, para segurança de nossa equipe, o ideal seria suspender em parte o trabalho in loco. A situação é delicada, por isso é muito importante que, as pessoas que se sentirem lesadas, façam formalmente a denúncia pelo nosso e-mail. Destaco que os casos urgentes e excepcionais serão objeto de fiscalização in loco. O Procon não irá parar”, explicou a coordenadora geral do Procon Teresina, Nara Cronemberger.

As fiscalizações a estabelecimentos que vendem álcool em gel e máscaras tiveram início no último dia 18 de março por causa dos preços abusivos que consumidores passaram a denunciar. A questão tornou-se problema devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Inicialmente, o gestor da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), Venâncio Cardoso, pasta a qual o Procon Teresina é vinculado, garantiu que a fiscalização ocorreria até o fim de março, mas a ação teve de ser suspensa.

“Fui informado sobre as recomendações e olhamos com especial cuidado as notas técnicas emitidas para os Procons. Avaliamos que seria melhor pausar em parte esse trabalho, pois há outras formas de fazer denúncia, de fiscalizar. Nós temos que pensar também na saúde e bem estar dos nossos servidores”, disse Venâncio.

A equipe do Procon Teresina havia recebido inicialmente várias denúncias dos consumidores e dividiu as fiscalizações, in loco, por categorias como Farmácia de Manipulação; Drogarias/Farmácias; Equipamentos Odontológicos; Supermercados.

De acordo com dados da Coordenação Geral do Procon Teresina, as farmácias de manipulação foram alvo de 38 denúncias via whatsapp e e-mail. Drogarias foram alvo de 13 denúncias. Loja de equipamentos odontológicos, que disponibilizavam máscaras, foram sete denúncias. Todas as denúncias foram por causa do preço praticados em cima de produtos como álcool em gel e máscaras.

Além disso, nenhum supermercado foi alvo de denúncias em relação aos preços praticados, houve apenas questionamento quanto à venda fracionada de álcool ou limite de produtos ao consumidor final, porém a equipe de fiscalização chegou a visitar cinco supermercados.

O consumidor que se sentir lesado e desejar fazer denúncias e reclamações formalmente, deve o fazer por e-mail (proconteresina@gmail.com). Para isso, é necessário que sejam enviados digitalizados documentos como RG, CPF (ou CNH), Comprovante de Residência e demais documentos relativos à reclamação. Todas as queixas, obrigatoriamente, devem ser enviadas em anexo. Os números de telefone do Procon Teresina são: (86) 3216-3041 e (86) 3216-3040.