Pesquisa de opinião e perfil turístico será aplicada durante o Corso 2017

Procedência, permanência média, gasto médio, renda e avaliação do Corso serão alguns dos questionamentos que a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC) levará para a avenida Raul Lopes, durante o Corso de Teresina 2017, que acontecerá no próximo dia 18 de fevereiro.

Este será o terceiro ano que a SEMDEC investe na aplicação da pesquisa para traçar o perfil do turista que visita à capital piauiense neste período, identificando principalmente o que o folião pensa do maior desfile de carros alegóricos do mundo, segundo o Guiness Book.

A pesquisa, neste ano de 2017, aplicará 300 questionários, com 5% de margem de erro, e contará com a colaboração voluntária de estudantes do Curso de Turismo da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) e de Administração da Faculdade CEUT.

“Os números gerados pela pesquisa servirão para medir o poder que o Corso tem de atrair pessoas de outras cidades e de outros estados, além de servir para identificar pontos de melhoria. Nossa meta é a cada edição fortalecer o evento considerado o maior de potencial turístico do nosso Estado “, afirma o secretário de Desenvolvimento Econômico Aluísio Sampaio.

O Corso de Teresina passou de 40 mil foliões, em 2012, para 300 mil em 2016, segundo cálculos da Polícia Militar do Piauí. Nos dois últimos anos, 2015 e 2016, observou-se um crescimento de 16,7%, em relação à quantidade de pessoas na avenida palco do evento.

A permanência média dos turistas presentes no Corso, no ano de 2015, foi de um dia e meio por pessoa, e em 2016 esse indicador subiu para 5,6 dias por pessoa, o que demonstra a boa aceitação que o Corso vem gerando junto aos visitantes e os seus reflexos econômicos pelo aumento da permanência. Consequentemente, uma maior permanência na cidade eleva o gasto e impacta diretamente na receita gerada. Durante o Corso de 2016, a SEMDEC estimou uma receita de R$ 50 milhões, gerada de gastos em função do evento. A pesquisa será aplicada enquanto durar a realização do evento.

Gestor

Raul Lívio Monteiro Ferraz nasceu no dia 07 de junho de 1985. Bacharel em Direito pelo Ceut (Centro de Ensino Unificado de Teresina LTDA), trabalha como advogado. Tem ampla experiência em ações previdenciárias e que envolvam direito do consumidor. Foi proprietário de um escritório profissional de advocacia na cidade de Batalha, Piauí.

Atualmente, possui escritório profissional próprio, localizado em Teresina, onde continua atuando dentro de sua profissão. Em 06 de abril de 2020, Raul foi nomeado secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo.