93,5% dos turistas que visitam Teresina afirmam querer retornar

Teresina tem um grande potencial turístico. Prova disso é que muitos dos visitantes que chegam à cidade, motivados por negócios, acabam retornando por algum outro motivo. Essa é uma constatação apontada pela Superintendência da Infraero Piauí, em reunião recente do Conselho Municipal de Turismo (Comtur).

“O que a gente observa, pelo público que tem utilizado nosso aeroporto, é que esse turista vem para a cidade para fazer negócios e muitas vezes eles voltam uma segunda, uma terceira vez em função dos atrativos, e isso é muito representativo. É algo bem diferente, porque você vê que Teresina, com relação ao resto do Nordeste que tem uma publicidade centralizada em praia e sol, é uma cidade um pouco diferente disso”, disse o superintendente da Infraero no Piauí, Fernando Nicácio.

A constatação de Nicácio é confirmada por dados apresentados pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec). A coordenação Especial de Turismo do órgão revelou que dos 32.356 turistas atendidos pelas quatro Centrais de Atendimento ao Turista (Aeroporto, Rodoviária, Ponte Estaiada e Encontro dos Rios), nos setes primeiros meses de 2019, 93,5% afirmaram que retornariam a Teresina para realizar outras atividades.

De acordo com o Superintende da Infraero no Piauí, essa realidade é fruto de trabalho consistente, centralizado em dar bons resultados à Teresina. “O Piauí tem mostrado esse forte crescimento e esse ano tem sido exponencial. Nossa expectativa é de manter esse crescimento acima da média nacional e certamente isso é fruto de trabalho consistente, de um grupo unido capitaneado pela Semdec”, falou.

O coordenador Especial de Turismo da Semdec, Eneas Barros, explica que a cidade de Teresina acaba por atrair esse turista, que de alguma forma opta por voltar à capital. “Teresina é uma cidade essencialmente de negócios, essa é a principal motivação de viagem. Quando o turista chega aqui e resolve os seus compromissos, ele se encanta com coisas alternativas. Por exemplo: uma pessoa que venha fazer negócios acaba tomando conhecimento que existe o Corso. Ele vê a empolgação e já se imagina voltando para participar desse evento. Além disso, Teresina tem uma cultura muito boa para congressos, e o turista também retorna para esse tipo de evento”, explicou.

Teresina apresentada ao Brasil

O Comtur aprovou também a participação de Teresina em dois congressos que irão ocorrer até o fim do ano. São eles o 47ª ABAV Expo Internacional de Turismo, que ocorrerá em São Paulo no mês de setembro, e o FESTURIS Gramado – Feira Internacional de Turismo que em 2019 terá sua 31ª edição, em novembro.

Pela primeira vez, empresários e representantes de classe estão sendo enviados à ABAV com mais de 40 profissionais piauienses. Os eventos contarão com a parceria de três órgãos: Semdec, Sebrae e Setur.

O secretário da Semdec, Venâncio Cardoso, disse que o próximo passo para divulgar Teresina será apresentá-la de maneira mais atrativa nestes dois congressos. “Quando o Comtur delibera que Teresina tem que ser representada nesses grandes eventos de turismos, na verdade o Conselho confia na potencialidade da capital e quer que ela apareça. É cada vez mais importante que haja representação com stand, distribuição de material promocional e o que mais for possível para mostrar a cara da cidade e como ela pode ser atrativa para negócios, lazer e outros”, finalizou.

Selo Dona Saló será entregue às empresas nesta quinta (25)

Nove empresas privadas de Teresina receberão nesta quinta-feira (25) o “Selo Dona Saló – Empresa Promotora de Igualdade de gênero” em uma solenidade, que acontecerá a partir das 19h, no Teatro João Paulo II. O Selo, que está na sua primeira edição, é uma iniciativa da Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec) e da Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM) e visa certificar as empresas que de alguma forma promovam a igualdade de gênero no mercado de trabalho.

Neste primeiro ano, 31 empresas se inscreveram no projeto e passaram pelas três primeiras etapas que dispõe no regulamento, sendo elas: inscrições online, apresentação dos programas e ações que a empresa dispõe e seleção. Destas, apenas 16 continuaram na “disputa” e passaram pelas etapas de visitas institucionais e avaliação final, que escolheu nove empresas, entre as categorias pequeno, médio e grande porte, que cumprissem os cinco critérios de Responsabilidade Social: empregabilidade e liderança de Mulheres, igualdade salarial; saúde e qualidade de vida; educação e prevenção à violência.

É importante ressaltar que a parceria entre a Semdec e a Universidade Federal do Piauí (Ufpi), por meio do Grupo de Estudos em Sistema de Produção (GESP), dos alunos de Engenharia de Produção, permitiu que as visitas institucionais fosse objeto de pesquisa para os estudantes que trabalham com a temática, criando assim um elo entre o conhecimento acadêmico e o desenvolvimento da responsabilidade social nas empresas da cidade.

A SMPM realizou em 2018, um diagnóstico da violência contra a mulher em Teresina. O estudo revelou que mulheres com idade entre 15 e 49 anos apresentam melhores níveis educacionais comparativamente aos homens de mesma faixa etária, no entanto, as mulheres ainda ganham 15,5% a menos que os homens.

“O Selo e a participação das empresas também impacta a vida de toda a sociedade, pois estamos enfrentando inclusive a violência contra a mulher, fazendo com que essas mulheres se reconheçam como um potencial econômico e que estimulem a nossa cidade a se desenvolver cada vez mais. As nossas mulheres são uma potência de habilidades e capacidades e precisam ser encorajadas a assumirem esses espaços de poder e no mercado de trabalho”, revelou Macilane Gomes, secretária da SMPM.

Segundo o Secretário da Semdec, Venâncio Cardoso, ações como essas são de grande importância para que haja um estímulo ao envolvimento do Setor Privado no fomento às práticas que contribuam para a igualdade efetiva entre homens e mulheres nas várias dimensões sociais.

“O Selo Dona Saló veio como uma forma da gente promover o incentivo, a valorização e a visibilidade para as práticas de enfrentamento ao preconceito e discriminação contra as mulheres dentro do mercado de trabalho. Estamos muito felizes por essa primeira edição e a aceitação das empresas do município porque o nosso objetivo é conscientizar mais do que certificar”, declarou o Secretário.

Semdec participa de palestra sobre turismo do Ceará

Com a proposta de mostrar a experiência na transformação do turismo no estado Ceará, o Secretário de Turismo daquele estado, Arialdo de Mello Pinho, realizou uma palestra, na manhã desta sexta-feira (8), no auditório Newton Lopes da Universidade Federal do Piauí (UFPI). O coordenador de Turismo da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), Eneas Barros, esteve participando do evento.

Com o título “Turismo: a experiência do Ceará!”, a palestra destrinchou o amplo trabalho do governo cearense para unir o setor público e privado na tentativa de alavancar o turismo no estado. Investimento em publicidade, maior participação em eventos internacionais (para vender o turismo cearense), além da ampliação no número de linhas aéreas nacionais e internacionais com saída e destino ao estado, foram alguns dos pontos expostos.

De acordo com o secretário, o turismo precisa ser encarado como negócio para que ele se torne um setor de sucesso. “Turismo não é lugar de festa, turismo é negócio. Além disso, não adianta só o governo querer fazer o turismo. A sociedade tem que querer fazer turismo”, explicou Arialdo.

Para o coordenador de turismo da Semdec, o modelo apresentado pelo gestor do Ceará mostra que há uma necessidade latente de investimentos em setores muito específicos para o desenvolvimento do turismo de qualquer região.

“A gente pode ver que houve uma ampla divulgação das belezas e potencialidades do Ceará para que ele pudesse se tornar atrativo para o turismo. Acredito que adequando à realidade teresinense, onde nossa potencialidade é no turismo de negócios, saúde e eventos, podemos tornar esse setor cada vez mais forte na capital”, disse.

A palestra que é uma iniciativa conjunta entre a Câmara Setorial de Turismo, a qual a Semdec faz parte, a UFPI e o Rede Pense Piauí, contou com a presença de várias autoridades piauienses, como os senadores Elmano Férrer e Ciro Nogueira, a deputada federal Iracema Portela e o deputado estadual, Júlio Arcoverde, entre outros.

Bilhetagem da Ponte Estaiada passa a ser informatizada

A bilheteria para acesso ao mirante da Ponte Estaiada, zona leste de Teresina, ganhou novos recursos para emissão de bilhetagem, na manhã desta quarta-feira (23). A modernização foi requerida, ainda ano passado, pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), atual administradora do local. A Empresa Teresinense de Processamento de Dados (Prodater) instalou o novo sistema.

Com a informatização da bilheteria, informações básicas como nome, horário ou tipo de entrada serão coletadas, gerando assim dados exatos de quantas pessoas visitam o local, quais os horários que o mirante é mais visitado e qual tipo de entradas (inteira ou meia para estudante) são mais emitidas.

De acordo com o secretário da Semdec, Venâncio Cardoso, havia uma necessidade de informatizar o local, principalmente para agilizar a emissão de bilhete, registrar dados e para captar informações para serem utilizadas na melhoria do local, por exemplo.

“A Ponte Estaiada é um dos pontos turísticos mais visitados de Teresina hoje. A informatização do espaço é mais do que necessária, uma vez que cria rapidez no atendimento ao visitante e capta essas informações que a Semdec tem muito interesse, é claro. Os funcionários ganham com essa mudança, a Ponte Estaiada ganha também, mas principalmente o nosso turista ganha com essa modernização”, explicou.

A Coordenação de Turismo da Semdec esclarece também que os funcionários da bilhetagem passarão por treinamento para se familiarizar com o novo sistema.

Festival The Vejo Na Ponte terá palco 360°

O 1º Festival The Vejo Na Ponte, que começa neste domingo (13), a partir das 17h, contará com um palco no formato 360°, isso permitirá que os espectadores acompanhem as apresentações das bandas por todos os ângulos. O objetivo é tornar o festival um evento moderno onde possa reunir o melhor das bandas locais, gastronomia e lazer no Complexo Turístico Ponte Estaiada.

O The Vejo Na Ponte levará três bandas para agitar as noites dos três últimos domingos de janeiro. A abertura do festival ficará por conta das bandas Top Gun, Full Reggae e Prowler. Nos domingos seguintes, atrações como Validuaté, Alma Roots, Bia e os Becks, Teófilo e Banda, Vavá Ribeiro e Flávio Moura agitarão o local.

O evento gratuito realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec) em parceria com a Fundação Cultural Monsenhor Chaves (FCMC) se encerrará às 23h.

Semdec lança roteiro e site para promover turismo de Teresina

Para despertar o interesse e a curiosidade de quem chega a Teresina, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec) vai lançar, na próxima sexta-feira (24), um site, uma publicação e várias peças publicitárias de áudio e vídeo traçando os principais roteiros turísticos da capital. O evento acontecerá na Ponte Estaiada, às 8h, e integra a programação do aniversário de 166 anos da cidade.

Em um formato de guia de bolso, o livreto intitulado “Roteiros Turísticos Teresina” reúne informações completas sobre os setores mais fortes da cidade. Dividido em seis partes, o guia explora roteiro de compras, gastronomia, roteiro e eventos religiosos, roteiro de saúde e educação, além do roteiro cultural e de lazer, o guia ainda traz um mapa turístico de Teresina e conta um pouco sobre as lendas da cidade e apresenta um os principais monumentos e prédios históricos.

A ideia é que o livreto seja distribuído por meio dos Centro de Atendimentos ao Turista (CAT), que estão localizados no aeroporto, rodoviária e principais pontos turísticos, além de evento específicos com grande concentração de pessoas, para quem chega ou visita a capital.

O site, que entra no ar nas próximas semanas, também vai reunir essas informações, além de trazer notícias relacionadas a eventos, congressos, entre outras informações. Já as peças publicitárias em áudio e vídeo apresentarão imagens da cidade mostrando cenários e atividades que podem ser visitadas e realizadas tanto durante o dia, quanto a noite. Esses vídeos deverão começar a ser transmitidos nos próximos dias, nas emissoras locais de televisão e cinemas da cidade, além das redes sociais.

De acordo com o secretário da Semdec, Venâncio Cardoso, a ação quer reunir e centralizar informações turísticas e promover o que Teresina reúne de melhor. “Ao contrário do que muita gente pensa, Teresina é muito rica no que diz respeito a turismo. Como em nossa cidade não existe praia, começamos a desenvolver nossas potencialidades turísticas de outra forma, como ponto de encontro para negócios, realização de eventos, procura pelo polo de saúde, educação e até mesmo pontos turísticos de lazer. Então, essas peças promocionais querem centralizar o maior número de informações sobre isso e estimular não só quem chega, mas o próprio povo de Teresina participar da vida da cidade”, explica.

Circuito de Gastronomia do Mercado da Piçarra vai oferecer pratos típicos a R$ 5,00

Como parte das ações de inauguração da praça de alimentação do Mercado da Piçarra, marcado para o próximo sábado (11), a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), em parceria com a Superintendência de Desenvolvimento Urbano Sul, estará desenvolvendo uma atividade especial com os cozinheiros do local. A ideia é que cada permissionário evidencie seu prato e todos padronizem uma porção que será vendida no valor de R$ 5,00.

Com o objetivo de dar visibilidade aos cozinheiros, o Circuito de Gastronomia quer expor os principais pratos típicos desenvolvidos no Mercado. A atividade, que vai ocorrer somente no dia da inauguração, fará com que cada box exponha seu principal prato utilizando um banner. Ao final do Circuito, a Semdec vai sortear, entre os cozinheiros participantes, um fogão industrial.

Segundo o coordenador de Turismo da Semdec, Eneas Barros, a ideia da atividade é estimular e explorar de forma saudável as potencialidades de cada box aproveitando a data da inauguração. “O dia da inauguração do Mercado será um dia que o local receberá muita atenção de toda a cidade. Então a Semdec pensou em lançar esse Circuito de Gastronomia como uma forma de ajudar cada permissionário a mostrar o que ele cozinha de melhor. A padronização da porção e do preço são artifícios temporários para fazer com que o público se envolva no Circuito”, explicou.

De acordo com o secretário da Semdec, Venâncio Cardoso, a atividade não tem caráter de competição e foi idealizada somente como forma de publicizar os pratos servidos no local.

“No início chegamos a pensar nesta atividade como uma competição, mas como o objetivo é fazer com que o permissionário mostre seu prato e se mostre, concluímos que o Circuito, nos moldes como está, contemplaria melhor a ideia, por isso a ideia de padronizar a porção e o preço, assim o público poderá experimentar os pratos de modo muito acessível. Além disso, para estimular a participação dos permissionários e o evento realmente se fazer interessante para eles, vamos realizar também o sorteio de fogão industrial”, explicou.

Campeonato Brasileiro de Ciclismo estimula turismo em Teresina

Teresina recebeu, neste fim de semana, o Campeonato Brasileiro de Ciclismo. Com três dias de provas, a competição teve 360 atletas inscritos. Desse número, segundo a organização, 75% são de outros estados do país. Com isso, a capital recebeu um volume extra de visitantes, que além de participar do campeonato, vieram também conhecer a cidade.

Para Guaraci Fernandes, da cidade de Nova Iguaçu, Rio de Janeiro, Teresina é uma cidade tranquila e uma das partes que lhe atraiu para visitação foi o Centro. “Eu conheço o Brasil todo, mas Teresina eu ainda não tinha conhecido. A cidade é um dos poucos cantos do país que eu ainda não tinha visitado. Cheguei na quarta-feira e para conhecer a cidade dei um passei pelo Centro. Teresina é uma cidade muito legal, tranquila”, disse o atleta.

Esta é a primeira vez que a capital do Piauí foi escolhida como sede do campeonato. A decisão final foi da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC). O evento que contou com apoio da Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC) e da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SEMEL), recebeu gente principalmente dos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais.

Impressões

De acordo com George Rodrigues, presidente da Federação de Ciclismo do Piauí, entidade organizadora do evento, a competição foi bem aceita pela cidade e a aplicação da prova em Teresina tem recebido elogios dos atletas.

“Nesse evento nós temos inscritos de todos os estados da confederação e o Distrito Federal aqui presentes. Sou suspeito para falar, mas tenho ouvido muito elogios, inclusive crÍticas construtivas. Tenho ouvido vários comentários que essa prova em Teresina tem sido uma das melhores nos últimos dez anos e para nós, nos orgulha muito”, afirmou. O presidente da Federação afirmou ainda que os dois pontos para aplicação da prova [Rodoanel e Ponte Estaiada] foi o espaço mais acertado para realizar a competição.

Potencial

Para o secretário da Semdec, Venâncio Cardoso, que esteve presente no primeiro e segundo dia do evento, escolher a Ponte Estaida como um dos pontos de largada e partida foi importante vitrine da cidade.

“A Ponte Estaiada é um espaço que se consolidou como palco de grandes eventos e uma competição do porte do campeonato brasileiro de ciclismo acontecer na Ponte Estaiada mostra, mais uma vez, que Teresina tem muito potencial turístico para ser explorado. Esse espaço é uma importante vitrine nossa. Os atletas e seus familiares passam diretamente por esse lugar e acredito que isso seja algo muito positivo, isso dar mais evidência para nossos pontos turísticos”, explicou.

Projeto Empreende Bairro irá oferecer consultoria gratuita no Promorar

Na manhã da última sexta-feira (20), a Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), realizou uma pesquisa em empreendimentos do bairro Promorar no setor de moda e beleza. O objetivo da pesquisa, que faz parte do Projeto Empreende Bairro, é captar informações sobre esses empreendimentos e em seguida oferecer consultoria personalizada e gratuita.

Durante a pesquisa, foi identificada a necessidade de melhoria do marketing dessas empresas.  Foi o que apontou, Raimundo Nonato da Silva, que trabalha por conta própria há seis anos em uma loja de calçados e bolsas. “Minha maior dificuldade é a divulgação. Queria que eu tivesse isso dentro e fora do bairro. Antes eu anunciava nos carros de som, mas agora, como as vendas caíram muito, eu não estou podendo fazer”, explicou.

Outro fator apontado pelos microempreendedores é a estrutura física que abrigam esses negócios. De acordo com Dalila Rabelo, que possui uma loja de roupas há dez anos na principal avenida do bairro, o visual simples de sua loja muitas vezes afasta clientes.

“Minha loja não é bonita. Eu gostaria de mudar o visual dela. Eu percebo que muitos clientes não entram em minha loja por causa do piso, por exemplo, que é um piso feio. Acredito que se eu conseguisse melhorar minha estrutura, minhas vendas também seriam melhores”, destacou.

No primeiro dia no bairro, os pesquisadores levantaram dados como escolaridade, fornecedores, público consumidor, meio de divulgação dos negócios, despesas médias, entre outras informações. Esses dados, segundo o projeto, serão analisados a fim de conhecer quais os maiores empecilhos para o crescimento desses microempresários. Com base nestas informações, posteriormente, o Projeto Empreende Bairro oferecerá uma consultoria gratuita para nortear esses negócios, além de fazer um trabalho de estímulo a formalização das atividades irregulares. Além de realizar a capacitação de micro e pequenos empreendedores.

A pesquisa, de acordo com o secretário da Semdec, Venâncio Cardoso, é fundamental para que a secretaria tenha ideia dos problemas enfrentados por esses empreendedores.  “Nossa pesquisa é importante, pois só através desse contato direto com cada microempresário, que a Semdec vai saber quais as dificuldades particulares desses negócios. Um precisa aprender a lidar com as redes sociais para aprender a divulgar sua marca na internet, outro precisa de ajuda para aprender administrar melhor suas despesas. Só partindo dessas informações que poderemos avançar com o nosso projeto piloto, que é levar uma consultoria especializada”, explicou.

Polo Empresarial Sul recebe asfalto e iluminação pública ainda este ano, diz prefeito

Durante visita ao Polo Empresarial Sul, realizada na manhã desta sexta-feira (25), dia da indústria, o prefeito de Teresina, Firmino Filho, afirmou que vai realizar investimentos em iluminação e asfaltamento na região.

O prefeito e o secretário municipal de desenvolvimento econômico e turismo (Semdec), Venâncio Cardoso, acompanhados do senador Ciro Nogueira (Progressistas), estiveram visitando a Ceralista & Indstrial Vale do Parnaíba Ltda. (Cevap) e conversando com empresários sobre questões relacionadas a melhorias no Polo Sul.

Firmino Filho explicou que com a crise houve uma queda bruta de receita e a Prefeitura passou a fazer ajustes na despesas, mas que em 2018, o poder municipal passará a investir em questões pontuais para a melhoria da região.

“Eu nunca passei por uma crise tão grande, foi por causa dessa queda bruta de receita que, ainda ano passado, fizemos um processo de ajuste e esse processo foi na questão da redução de despesa, revisão de contrato, redução de cargos comissionados e pouco a pouco a Prefeitura se ajustou a esse fundo do poço que a crise nos colocou.. Nesse processo, nós postergamos vários investimentos. Mas agora estamos ajustados e neste ano de 2018 nós retomamos nossa normalidade e um dos investimentos previstos para ainda este ano, inclui a questão do asfalto, assim como também a questão da iluminação pública”, disse o prefeito.

Para Venâncio Cardoso, secretário da Semdec, a visita além de comemorar o dia da indústria, tinha como objetivo ouvir as demandas dos empresários estabelecidos no local e melhorar o diálogo com a Prefeitura.

“O Prefeito Firmino Filho já falou nos investimentos básicos previstos para 2018, mas queremos fazer mais pela indústria em Teresina. Nós temos o objetivo de torná-la mais atraente para a chegada de novas empresas, colocando em prática projetos e outros tipos de incentivo”, disse Venâncio.

Atualmente Teresina é a cidade que detém maior tecido industrial do Piauí, com cerca de 80% empresas instaladas. De acordo com dados de uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a cidade apresenta grande diversidade no número de indústrias instaladas. São 1.464 indústrias com 19.327 pessoas ocupadas neste setor, rendendo uma massa salarial de R$ 282.501 milhões.