Qualificar Tur: Alunos dos cursos na área de Turismo participam de aula inaugural

Foi realizada na manhã desta segunda-feira (21) a aula inaugural do programa Qualifica Tur, uma parceria entre a Fundação Wall Ferraz e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC) e que conta com apoio de instituições públicas e privadas e tem como objetivo capacitar jovens para o mercado de trabalho. O evento aconteceu no auditório do Sindicato dos Lojistas do Comércio do Estado do Piauí (Sindilojas).

Estão sendo ofertadas 210 vagas em sete cursos, divididos em duas etapas. A primeira etapa tem cursos de: Organizador de Eventos possui carga horária de 80 horas/aula; Mensageiro em Meios de Hospedagem, com 60 horas/aula e Qualidade no Atendimento ao Turista, com carga horária de 20 horas/aula.

A segunda etapa oferecerá cursos de Manipulação e Higienização de Alimentos, com carga horária de 20 horas/aula; Vendas também com 20 horas/aula e Camareira com 60 horas/aulas.

No encerramento dos cursos, os alunos receberão certificado com reconhecimento de instituição formadora, estando aptos a ingressar no mercado de trabalho. Os que já trabalham no mercado turístico terão enriquecidos os seus currículos, melhorando sua qualificação profissional.

Prefeitura abre pré-inscrição para o Programa Pense Grande

A Prefeitura de Teresina em parceria com a Fundação Telefônica lançará neste mês de agosto o Programa Pense Grande, voltado para jovens entre 15 e 29 anos, residentes em áreas carentes. O programa é um projeto nacional da Fundação Telefônica voltado para o segmento de empreendedorismo social.

Neste sábado (05), a Prefeitura, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), iniciará a pré-inscrição na terceira edição do ‘Teresina Em Ação’, no bairro Poti Velho, zona Norte da capital. O objetivo da pré-inscrição será o cadastramento de jovens interessados em participar do Programa, em especial, do primeiro eixo: a Mobilização dos jovens através das Oficinas.

O programa será implementado em três áreas da capital nos dois Centros de Artes e Esportes Unificados (Ceu’s) Norte e Sul, e na região do complexo Lagoas do Norte, por meio da Semdec. Neste primeiro ano, serão executados dois eixos do Programa: a Mobilização dos jovens, com a realização de oficinas de até 100 minutos e a formação na área de empreendedorismo social, com cursos de 60 horas.

As oficinas procuram despertar o interesse dos jovens para o empreendedorismo social e tecnológico. Os formadores realizam dinâmicas que buscam o empoderamento dos jovens, uma reflexão dos problemas locais, bem como possíveis soluções e oportunidades para a transformação de suas vidas e da comunidade.

Segundo o secretário da Semdec, Aluísio Sampaio, nesse semestre a intenção é alcançar passos largos com relação a atuação do Programa. “Pretendemos levar mais essa fonte de informação e de transformação aos jovens das áreas consideradas socialmente vulneráveis. O projeto mostrará o poder que eles têm nas mãos para modificar o próprio meio em que vivem através do empreendedorismo, vamos empoderá-los. Nossa meta é mobilizar até 3.500 jovens, ainda este ano. Esse é um projeto de sucesso que já funciona em outras capitais, como é o caso da cidade de São Paulo”, ressaltou Aluísio.


Como vai funcionar?

Serão executados, ainda este ano, os eixos Mobilizar, entre os meses de agosto e dezembro; e Formação, entre outubro e dezembro. Na mobilização, cerca de 100 colaboradores estarão acompanhando os jovens nas Oficinas que terão duração de até 100min cada, nos três turnos.

Os horários das oficinas serão estabelecidos, de acordo com a demanda das comunidades. A Semdec contará com uma equipe de formadores disponíveis nos três turnos. Já as turmas de Formação ocorrerão nos sábados.

O Programa Pense Grande é composto por 4 eixos: Mobilizar, Formar, Apoiar e Fortalecer. Os dois eixos – Apoiar e Fortalecer – serão executados a partir de 2018. O Apoio envolve o investimento de recursos intelectuais, sociais e financeiros no desenvolvimento de empreendimentos dos jovens. Já o Fortalecimento busca consolidar as redes de conhecimento e investimento das iniciativas dos jovens empreendedores.

Metas da SEMDEC

De acordo com a Gerente Joana Lima, a meta do Eixo Mobilizar é a participação de 3.500 jovens nas Oficinas até dezembro de 2017. E a formação no eixo Formar de até 450 jovens.

A iniciativa desta parceria é parte das ações voltadas ao aniversário de Teresina, que este mês completa 165 anos. O lançamento oficial do Programa ocorrerá no dia 14 de agosto, no Auditório Caneleiro do Uninovafapi, às 19hs. O evento será aberto a toda comunidade.

Prefeitura ofertará mais de 200 vagas em cursos voltados para o turismo

Foi assinado nesta quinta-feira, dia 20, o convênio de parceria entre a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec) e a Fundação Wall Ferraz (FWF), para a realização de sete cursos voltados para a área do turismo, com um total de 210 vagas.

Serão três workshops na Qualidade do Atendimento ao Turista, Manipulação e Higienização de Alimentos, e Compras e Estoques; cada atividade com uma carga horária de 20 horas. Os quatro cursos são: Organização de Eventos (80h/a), Mensageiro em Meios de Hospedagem (60h/a), Camareira em Meio de Hospedagem (60 h/a), e Inglês Conversação aplicada ao Turismo (80 h/a).

Cada atividade, segundo informou o secretário da Semdec, Aluísio Sampaio, terá 30 vagas e será realizada nos turnos manhã e tarde. “Dividimos as atividades entre cursos e workshops para facilitar aos interessados, que muitas vezes possuem outras atividades. São 30 vagas para cada uma delas, tendo como opção os turnos da manhã e tarde. É uma iniciativa já frequente da Prefeitura de Teresina para incentivar as pessoas a se qualificarem. Hoje com a ampla concorrência do mercado e a crise que estamos passando, vence em uma vaga de emprego aquele que possui um diferencial, e esse diferencial pode estar na qualificação profissional”, esclarece Aluísio Sampaio.

Para o chefe de cozinha Genailton Ferreira, 34 anos, o curso de Organizador de Eventos é mais uma oportunidade para melhorar o seu perfil profissional, e agregar valor aos seus conhecimentos. “Vou me inscrever nesse curso de eventos porque estou buscando agregar mais conhecimento à minha formação em gastronomia. O mercado está cada dia mais exigente”, disse Genailton, que trabalha na área há 15 anos.

Os cursos vão iniciar a partir do dia 21 de agosto, e estarão com inscrições disponíveis a partir do dia 24 de julho. Os interessados poderão procurar a Semdec, que fica localizada na avenida Campos Sales, Nº 1292 – Centro, telefone: (86) 3215 – 7474, no horário de 8h às 12h30, de segunda a sexta.

PMT e Jucepi tratam de parceria para melhorar ambiente de negócio em Teresina

O Ambiente de Negócio de Teresina pautou a reunião entre a Prefeitura e a Junta Comercial do Piauí (Jucepi), nesta quinta-feira (13). O tema já vem sendo discutido nas esferas pública e privada como fator determinante para o avanço do crescimento econômico dos municípios.

Representando a Prefeitura de Teresina, o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), Aluísio Sampaio, sugeriu à presidente da Jucepi, Alzenir Porto, uma parceria que vise esclarecer as etapas a serem percorridas por aqueles pequenos e médios empreendedores na hora de optar pela formalização do seu negócio.

“Pretendemos estreitar cada vez mais os laços entre os órgãos do município e do Estado, a fim de facilitar por meio da informação os tramites para quem quer investir na nossa cidade. Hoje, uma de nossas prioridades é buscar esse diálogo com a Junta Comercial e as outras entidades envolvidas, como por exemplo, o Sebrae, para que haja mais celeridade no processo de simplificação da abertura de empresas, o que já vem acontecendo de forma bastante positiva”, disse o secretário Aluísio Sampaio.

A presidente da Jucepi manifestou apoio ao gestor municipal, colocando à disposição de Teresina as informações necessárias sobre o andamento dos processos que simplificam a abertura de uma empresa, e aceitando posteriores parcerias com palestras informativas. “A Junta Comercial está à disposição do município para levar estas informações mais próximo da população, principalmente, àqueles que querem abrir uma empresa. Palestras informando como funciona todo o processo é uma ideia que podemos adotar em parceria com a Prefeitura e outros setores que tratam do assunto”, esclareceu Alzenir.

Nesse aspecto, a cidade de Teresina vem ganhando conotação positiva, segundo mostrou o último Índice das Cidades Empreendedoras 2016 (ICE), elaborado pelo Instituto Endeavor. A capital piauiense está na 7º posição do tópico Ambiente Regulatório, tendo um avanço significativo de 25 pontos comparado ao ano de 2015. Na avaliação, três pontos foram sub determinantes: o tempo de processo, custos de impostos e complexidade tributária.

Diagnóstico dos atrativos turísticos de Teresina permitirá parceria entre entidades públicas e privadas

Desde o início do ano, visitas técnicas a diversos pontos de atração turística de Teresina estão sendo realizadas com a finalidade de observar as suas demandas e avaliar os meios pelos quais a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec) poderá apoiar, com o foco na melhoria estrutural e captação de fluxo de visitantes.

Em reunião com a Coordenação de Turismo, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Aluísio Sampaio, colocou em pauta diversas ações para estabelecer as prioridades para os próximos meses. Algumas iniciativas já estão sendo tomadas, em decorrência das visitas. A elaboração de um diagnóstico de situação para os órgãos competentes, ou até mesmo instituições vinculadas à iniciativa privada, por exemplo, está sendo produzido para contribuir na busca por apoio às necessidades de cada atrativo ou empreendimento turístico.

Diagnóstico dos atrativos turísticos de Teresina permitirá parceria entre entidades públicas e privadas

Diagnóstico dos atrativos turísticos de Teresina permitirá parceria entre entidades públicas e privadas

“O nosso objetivo é trabalhar pela integração entre o poder público e a iniciativa privada, no sentido de alcançar a excelência na oferta de produtos e serviços, de tal forma que torne a receptividade de Teresina mais agradável e melhor aparelhada para o turista”, afirmou o secretário Aluísio Sampaio.

Outras ações também foram discutidas, como a necessidade de estimular os artesãos a produzirem peças com motivos teresinenses. “Estivemos na Central de Artesanato Mestre Dezinho e no Mercado Público e percebemos que há muitas peças com motivos de fora, como a Torre Eiffel ou o Cristo Redentor; precisamos estimular também motivos como a Ponte Estaiada, a Ponte Metálica, o Cabeça-de-Cuia ou a Num-se-Pode”, lembrou Aluísio.

A equipe expôs ao secretário outras ações que também estão sendo viabilizadas, como: aplicação de pesquisas de turismo emissivo e receptivo no Aeroporto de Teresina, para medir o perfil dos visitantes que chegam por aquele portão de entrada e dos teresinenses que viajam; participação efetiva na Feira de Turismo Rural da Cacimba Velha; elaboração de campanha sobre Teresina como Polo de Saúde e Educação; mapeamento das pensões existentes no Polo de Saúde; viabilidade de uma Feira de Franquias em Teresina; e agendamento de reuniões técnicas com diversos representantes de órgãos municipais e estaduais, para discutir ações conjuntas pelo desenvolvimento da atividade turística.

Pesquisas relacionadas ao fluxo turístico de Teresina são apresentadas à Infraero

Pelo segundo ano consecutivo, a Prefeitura de Teresina realizará as duas pesquisas que avaliam o perfil do turista que vem à capital, e dos teresinenses que chegam ou viajam a partir do aeroporto. A informação foi confirmada nesta quinta-feira (04), pelo secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), Aluísio Sampaio, durante sua visita à sede da Infraero, no aeroporto Petrônio Portella.

As duas pesquisas irão abordar o Turismo Receptivo, que avalia os motivos que trouxeram o turista até Teresina, dias de estadia, pretensões de gastos; e o Turismo Emissivo, que consiste em buscar os teresinenses que saem da capital pelo aeroporto e como aqueles que estão chegando.

Pesquisas relacionadas ao fluxo turístico de Teresina são apresentadas à Infraero

Pesquisas relacionadas ao fluxo turístico de Teresina são apresentadas à Infraero

“Estamos comunicando à Infraero da realização, pelo segundo ano, das pesquisas realizadas pela nossa coordenação de turismo. Por meio delas temos um norte sobre aspectos que necessitam de mais ações da Prefeitura, como também conhecer melhor a procura pelos nossos serviços”, disse o secretário Aluísio Sampaio.

A discussão entre a Semdec e o superintendente da empresa aeroportuária, Marco Aurélio Zenni, foram além das pesquisas realizadas pela secretaria. As reformas no aeroporto, espaços para publicidade turística e pontos de internet para facilitar informações sobre a cidade ao visitante, também foram assuntos discutidos.

“Nosso objetivo é fazer com que o turista que chega à Teresina encontre os nossos atrativos com mais facilidade de informações. Então, estamos estudando uma maneira de divulgar de maneira ampla e direta nossos aplicativos, site e, claro, disponibilizar uma rede wi-fi gratuita no nosso Centro de Atendimento para que ele acesse tudo isso”, explica Aluísio.

O Superintendente da Infraero reconheceu a importância das ações do município nos espaços do aeroporto, além da aproximação entre a Prefeitura e a sua instituição no sentido de buscar uma melhor prestação de serviços ao visitante. As pesquisas deverão iniciar a partir do dia 22 de maio, com duração de 20 dias de aplicações pelos colaboradores da Semdec, bacharéis em Turismo pela Universidade Estadual do Piauí (UESPI), lotados no aeroporto.

Em 2017, Corso movimentou R$ 36,8 milhões em Teresina

O Corso de Teresina já está consolidado no calendário dos principais eventos do Estado. Um levantamento feito pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Semdec) mostrou que a principal festa do momo na capital a cada ano tem atraído mais foliões. Em 2017, foi registrado um aumento de 10% no fluxo de pessoas em comparação à edição de 2016, ou seja, 330 mil pessoas participaram da festa. A receita turística gerada durante o período fechou em R$ 36,8 milhões.

Em 2017, Corso movimentou R$ 36,8 milhões em Teresina

Em 2017, Corso movimentou R$ 36,8 milhões em Teresina

Pelo menos 7,5% do fluxo foi representado pela presença de turistas de outros estados do Brasil, enquanto 8,2% vieram de outros municípios piauienses. Foi o que revelou a Pesquisa de Opinião realizada pela SEMDEC, durante o evento, que aconteceu dia 18 de fevereiro e contou com a aplicação de 306 questionários, com margem de erro de 5,7%. A pesquisa de campo foi aplicada por alunos do Curso de Turismo da Universidade Estadual (UESPI), treinados pela equipe de Turismo da SEMDEC.

Houve ainda um incremento de 200 metros de ocupação popular nos dois quilômetros de extensão do corredor da folia, em comparação à presença de foliões em 2016. Embora tenha sido registrada a redução no número de carros alegóricos, os frequentadores do Corso estão preferindo o asfalto para desfilar com suas fantasias.

Outro ponto que chamou a atenção, justificado por contar com alternativa mais econômicas, foram os meios de hospedagem. A preferência por hotéis ou pousadas foi de 8,3%, valor bem abaixo dos 89,6% entre os que optaram por ficar em casa de parentes ou amigos. A presença feminina dominou a avenida, aparecendo com 51,6%, mantendo-se pelo terceiro ano consecutivo superior à dos homens, que registraram 47,7% neste ano.

A pesquisa apontou, ainda, que a renda média mensal do folião entrevistado no Corso 2017 ficou em R$ 1.793,26, com base em 225 respostas. O gasto médio, realizado exclusivamente em função do evento, foi de R$ 111,66 por pessoa.

Polo Empresarial Sul receberá inspeção na distribuição de energia

Em audiência realizada na sede da Eletrobras Piauí, o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), Aluísio Sampaio, acompanhado do presidente da Associação Empresarial do Polo Sul (AEPS), George Rodrigues, solicitaram à companhia melhorias na distribuição de energia do Polo Empresarial Sul de Teresina.

Secretário solicitou melhoria no fornecimento de energia para o Polo

Secretário solicitou melhoria no fornecimento de energia para o Polo

Aluísio Sampaio explicou a necessidade de melhoria no fornecimento da energia na área, responsável pela geração de emprego e renda. “A energia elétrica é uma das maiores prioridades para quem empreende na capital. Precisamos do apoio da Eletrobrás, e enquanto secretário da Semdec quero fazer sempre essa ponte”, explicou o secretário.

O presidente da Eletrobrás Piauí, Arquelau Amorim, garantiu que uma equipe será destinada para a avaliar a qualidade da energia de cada empresa localizado no polo, para que seja possível iniciar um trabalho com propósito de melhorar a distribuição.

Secretaria faz diagnóstico dos principais pontos turísticos de Teresina

Com o objetivo de aproximar os diversos segmentos que movimentam a economia de Teresina, o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Aluísio Sampaio, iniciou uma série de visitas a pontos estratégicos de interesse turístico. A meta é contribuir com a melhoria da oferta turística local, garantindo ao visitante melhor estrutura de visitação, além de oferecer às operadoras de turismo um produto de melhor qualidade, preparando a cidade para a elevação do fluxo de turistas.

Secretaria faz diagnóstico dos principais pontos turísticos de Teresina

Secretaria faz diagnóstico dos principais pontos turísticos de Teresina

“Em 2016, Teresina recebeu meio milhão de turistas, que geraram uma receita superior a R$ 300 milhões; precisamos verificar se o direcionamento desse consumo está contemplando todos os segmentos da economia”, disse o secretário.

No último final de semana, o secretário visitou os lojistas da Central de Artesanato “Mestre Dezinho”, onde foi recebido pela presidente da Cooperativa de Artesanato Mestre Dezinho (CAMEDE), e do Mercado Público, que está passando por uma reforma para recuperar as suas características originais de fachada e melhorar o espaço dos permissionários.

“Percebemos que o lojista da Central de Artesanato está sofrendo com a baixa procura por seus produtos e argumentam que tudo pode melhorar com a divulgação”, observou o secretário. “Vamos agendar uma reunião com o secretário Fábio Novo, que cuida da cultura do Estado e administra aquele espaço, para juntos encontrarmos uma forma de elevar a visitação não apenas do turista, mas também do teresinense, porque há muita riqueza artesanal naquela área”, completou Aluísio Sampaio.

Aluísio Sampaio pretende manter constante contato com empresários e órgãos públicos que administrem empreendimentos e espaços de circulação turística, para verificar de que forma a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SEMDEC) pode intermediar ações que visem a melhoria física e promocional desses espaços.

O secretário afirmou que a intenção é fazer com que os segmentos econômicos trabalhem de forma integrada. “Todos os que produzem e formam a riqueza de Teresina precisam se conhecer e trocar experiências que sejam capazes de estimulá-los a, cada vez mais, oferecer serviços de qualidade e garantir o consumo de seus produtos”, reforça Aluísio Sampaio.

As visitações deverão continuar em outros atrativos, até que seja possível gerar um diagnóstico sobre a situação dos principais espaços turísticos de Teresina, envolvendo ainda: Parque da Cidadania, Ponte Estaiada, Encontro dos Rios, Lagoas do Norte, parques ambientais, monumentos, praças e outras áreas de interesse turístico. De posse do diagnóstico, a SEMDEC poderá intermediar ações que visem a correção dos problemas detectados.

Empresa investirá em infraestrutura para trazer fibra óptica para Teresina

A empresa Telefônica, dona da marca Vivo, vai se instalar em Teresina para implantar seus serviços, por meio de investimento em infraestrutura de fibra óptica. A instalação do novo empreendimento foi acertada com a Prefeitura de Teresina durante reunião realizada entre os representantes da empresa e o prefeito Firmino Filho.

Empresa investirá em infraestrutura para trazer fibra óptica para Teresina

Empresa investirá em infraestrutura para trazer fibra óptica para Teresina

Os investimentos da empresa estimam beneficiar quase 80 mil domicílios em Teresina ainda em 2017. As obras têm início previsto para junho e inauguração dos serviços para dezembro deste ano. “São investimentos importantes para o desenvolvimento da cidade, na medida em que facilitará ainda mais a atração de investimentos. Isto porque, além de incentivos fiscais, infraestrutura é fundamental para atrair novas empresas para cidade”, ressaltou o prefeito Firmino Filho.

De acordo com a secretária executiva da Semdec, Monique Menezes, serão instalados 14,3 km de fibra subterrânea e 705,6 km de rede aérea. “Este trabalho contará com o auxílio da empresa de energia Eletrobras”, adiantou. Ela ressalta que o novo investimento também contribuirá para a qualidade de vida das pessoas. “Já que estamos em um mundo totalmente globalizado, o acesso à internet é fundamental seja para o trabalho ou para o lazer”,

A empresa Telefônica pretende ainda estabelecer parcerias com a Prefeitura na área tecnológica e em projetos sociais. Além da Semdec, também participa da construção dessa parceria o Secretário de Planejamento, Washington Bonfim.