2ª Edição do “The Encontro” acontece nos dias 21 e 22 no Encontro dos Rios

Em comemoração aos 167 anos de Teresina, acontecerá nos dias 21 e 22 de setembro, a 2ª edição do The Encontro, evento que mistura uma vasta programação cultural e esportiva e traz ao palco shows de artistas nacionais e locais. Para manter a tradição, a festa acontecerá no Encontro dos Rios, bairro Poty Velho, Zona Norte da capital. A entrada é gratuita.

Com um “casting” variado, setes atrações musicais serão as responsáveis por deixar o evento ainda mais animado, são elas: Taty Girl, Conde do Forró, Toda Boa, La Reina, A Proibida, Farra D’solteiros e Hallyssom Balada. O organização proíbe a entrada com bebidas alcoólicas.

Além disso, o público poderá contar também com feiras de negócios e artesanatos, serviços de atendimento de saúde, ciclismo, clube de corridas, aulas de dança, apresentações voltadas ao público infantil e os tradicionais encontro náutico e festival gastronômico do peixe, onde os restaurantes de Teresina apresentarão o melhor da sua culinária pesqueira.

De acordo com o gestor da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), Venâncio Cardoso, apoiar o evento é mais uma maneira de movimentar o turismo intermunicipal.

“O Encontro dos Rios é um dos nossos pontos turísticos mais tradicionais e aliar isso a uma movimentação cultural, esportiva e gastronômica desse porte é mais uma maneira de estimular os teresinenses e cidadãos de cidades vizinhas a conhecer e reconhecer nossas potencialidades.”, finalizou.

O 2º The Encontro 167 anos é uma realização da Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec) e da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel) em parceria com o Portal Az e Antena 10.

93,5% dos turistas que visitam Teresina afirmam querer retornar

Teresina tem um grande potencial turístico. Prova disso é que muitos dos visitantes que chegam à cidade, motivados por negócios, acabam retornando por algum outro motivo. Essa é uma constatação apontada pela Superintendência da Infraero Piauí, em reunião recente do Conselho Municipal de Turismo (Comtur).

“O que a gente observa, pelo público que tem utilizado nosso aeroporto, é que esse turista vem para a cidade para fazer negócios e muitas vezes eles voltam uma segunda, uma terceira vez em função dos atrativos, e isso é muito representativo. É algo bem diferente, porque você vê que Teresina, com relação ao resto do Nordeste que tem uma publicidade centralizada em praia e sol, é uma cidade um pouco diferente disso”, disse o superintendente da Infraero no Piauí, Fernando Nicácio.

A constatação de Nicácio é confirmada por dados apresentados pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec). A coordenação Especial de Turismo do órgão revelou que dos 32.356 turistas atendidos pelas quatro Centrais de Atendimento ao Turista (Aeroporto, Rodoviária, Ponte Estaiada e Encontro dos Rios), nos setes primeiros meses de 2019, 93,5% afirmaram que retornariam a Teresina para realizar outras atividades.

De acordo com o Superintende da Infraero no Piauí, essa realidade é fruto de trabalho consistente, centralizado em dar bons resultados à Teresina. “O Piauí tem mostrado esse forte crescimento e esse ano tem sido exponencial. Nossa expectativa é de manter esse crescimento acima da média nacional e certamente isso é fruto de trabalho consistente, de um grupo unido capitaneado pela Semdec”, falou.

O coordenador Especial de Turismo da Semdec, Eneas Barros, explica que a cidade de Teresina acaba por atrair esse turista, que de alguma forma opta por voltar à capital. “Teresina é uma cidade essencialmente de negócios, essa é a principal motivação de viagem. Quando o turista chega aqui e resolve os seus compromissos, ele se encanta com coisas alternativas. Por exemplo: uma pessoa que venha fazer negócios acaba tomando conhecimento que existe o Corso. Ele vê a empolgação e já se imagina voltando para participar desse evento. Além disso, Teresina tem uma cultura muito boa para congressos, e o turista também retorna para esse tipo de evento”, explicou.

Teresina apresentada ao Brasil

O Comtur aprovou também a participação de Teresina em dois congressos que irão ocorrer até o fim do ano. São eles o 47ª ABAV Expo Internacional de Turismo, que ocorrerá em São Paulo no mês de setembro, e o FESTURIS Gramado – Feira Internacional de Turismo que em 2019 terá sua 31ª edição, em novembro.

Pela primeira vez, empresários e representantes de classe estão sendo enviados à ABAV com mais de 40 profissionais piauienses. Os eventos contarão com a parceria de três órgãos: Semdec, Sebrae e Setur.

O secretário da Semdec, Venâncio Cardoso, disse que o próximo passo para divulgar Teresina será apresentá-la de maneira mais atrativa nestes dois congressos. “Quando o Comtur delibera que Teresina tem que ser representada nesses grandes eventos de turismos, na verdade o Conselho confia na potencialidade da capital e quer que ela apareça. É cada vez mais importante que haja representação com stand, distribuição de material promocional e o que mais for possível para mostrar a cara da cidade e como ela pode ser atrativa para negócios, lazer e outros”, finalizou.

Empresa nacional inclui Teresina em rota turística

Teresina está sendo inserida nas rotas turísticas de agências de renome nacional. A empresa Mondiale Turismo, por exemplo, passou a oferecer recentemente em seu catálogo um roteiro de viagem incluindo a capital do Piauí como portão de entrada para o Delta do Parnaíba. A oferta inclui um passeio pelo polo turístico de Teresina e duas noites na cidade. A medida eleva a ocupação hoteleira e estimula os serviços oferecidos.

A Mondiale foi uma das empresas que participou de um Famtour (turismo de familiarização) promovido pela Prefeitura de Teresina durante o Corso. O evento reuniu vários jornalistas da área do turismo, operadores e empresas ligadas ao setor. “O Famtour se mostrou um ótimo elemento para apresentar nossa cidade a empresas relevantes para o turismo e destaca ainda a importância de divulgar a cidade em grandes eventos relacionados ao setor”, ressalta o secretário da Semdec, Venâncio Cardoso.

O coordenador especial de turismo da Semdec, Eneas Barros, diz que uma das grandes vantagens de todo destino turístico é estar inserido nos pacotes das grandes operadoras de turismo. “Além da Operadora Mondiale, o Jornal Brasilturis e a Coluna de Turismo, de Ilheus (Bahia), tem divulgado as ações da prefeitura e as potencialidades da cidade na internet e no rádio. Isso tudo também é resultado da participação no Famtour.  Nossa expectativa é que o fluxo turístico continue reagindo positivamente”, explicou.

Graças a uma série de investimentos realizados pela Prefeitura de Teresina, foi registrado um aumento de 55,6% de turistas de janeiro a maio em relação ao mesmo período do ano passado.  Esse aumento resultou em impactos positivos para a economia local. Enquanto no primeiro semestre de 2018 houve a injeção de R$ 82,5 milhões, este ano, o mesmo período registrou a geração de R$ 114,6 milhões, um crescimento 38,9%.

Receita turística de Teresina teve crescimento de 130,7% no último ano

Teresina gerou R$ 471,5 milhões em receita turística, entre 2018 e 2019. Isso representa um crescimento de 130,7%. Os dados são da Coordenação Especial de Turismo da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec).

A pesquisa ainda revela que a capital registrou crescimento no número de turistas que visitam a cidade. De janeiro a maio de 2019 foram registrados 114,6 mil turistas, contra 82,5 mil registrados no mesmo período em 2018. Isso representa um crescimento de 38,9%.

O estudo foi realizado por meio de uma projeção baseada no método estatístico chamado “Regressão Linear”, no qual a Semdec utilizou os dados de 2018, mês a mês, e correlacionou com os primeiros dados de 2019, de janeiro a junho. A projeção apontou assim uma recuperação do fluxo e um aumento na receita.

De acordo com o Coordenador de Turismo da Semdec e coordenador da pesquisa, Eneas Barros, aumentaram também as despesas dos teresinenses fora da cidade. Ele explica que, embora não seja bom para o turismo de Teresina, o cenário ainda é positivo, pois essa despesa do teresinense em outras cidades ainda é menor que a receita que entra na capital.

“O turismo de Teresina ainda é superavitário, ou seja, o que o turista deixa aqui é superior ao que o teresinense gasta lá fora. Isso foi constatado nos últimos dois anos, tanto em 2018, quanto em 2019. Além disso, o fato de o teresinense gastar mais lá fora não significa necessariamente algo negativo, uma vez que isso representa que o poder de compra desse público aumentou, o que é muito positivo”, esclareceu.

Para o secretário da Semdec, Venâncio Cardoso, os dados obtidos a partir do estudo revelam que o esforço da Prefeitura de Teresina, por meio da secretaria, tem dado resultados positivos para o setor de turismo na cidade.

“Isso se deu porque Teresina começou a recuperar seu poder de atração de fluxo, por conta das ações que a secretaria fez fora da cidade. Nós participamos de vários eventos, representando o município de Teresina, em alguns congressos e feiras. Fizemos um famtour, trazendo jornalistas e operadores de turismo de fora do estado. Uma coisa puxa a outra, pois o jornalista divulga e o operador vai oferecendo opções com destino em Teresina. Além disso, a capital é um ambiente que acolhe eventos e muitos desses turistas estão vindo por causa desses eventos”, destacou.

Semdec promoverá turismo de Teresina na 5ª Edição do Teresina Em Ação

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec) terá atuação diferente no Teresina Em Ação, que será realizado no próximo sábado (15), na Praça Pedro II, Centro de Teresina. Além de promover a ligação entre jovens em busca do primeiro emprego e empresas instaladas na capital, a Secretaria estará promovendo o turismo de Teresina com material próprio.

De acordo com a gerente de Eventos da Semdec, Thayrinne Brito, a ideia é mostrar para a população que a cidade tem muitos pontos interessantes para visitação e lazer. “Nossa ação nesta edição é levar um pouco mais de conhecimento sobre os atrativos turísticos da nossa capital. Queremos despertar o orgulho do teresinense sobre a beleza da nossa cidade”, explicou.

Para o secretário da pasta, Venâncio Cardoso, levar informações sobre atrativos e roteiros turísticos de Teresina é uma atividade que contemplará a proposta da pasta em sua totalidade, mas que acima de tudo, vai ajudar a promover o setor diretamente dentro dos bairros da cidade.

“Aproveitando que estaremos em uma das principais praças de Teresina, a Semdec vai passar a oferecer um serviço diferente a quem for visitar ao nosso stand. Nossa intenção é levar a população a se conhecer. A capital é recheada de belezas e rotas que podem ser traçadas pelos teresinenses em seus momentos de lazer. A nossa intenção é mostrá-la. Temos que fazer com que o teresinense também ajude a promover a cidade”, explica.

O evento realizado em parceria com a TV Clube chega ao seu 2º ano em 2019 neste mês de junho. A Semdec, como em toda edição, continuará oferecendo serviços como montagem e recebimento de currículo, orientações sobre entrevista de emprego, entre outros.

Pesquisa da Semdec avaliará o perfil dos turistas no Aeroporto de Teresina

Buscando melhorar cada vez mais a estrutura receptiva da cidade, a Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Turismo (Semdec), realizará, no período de 20 de maio à 09 de junho, uma Pesquisa de Turismo Receptivo e Emissivo no Aeroporto de Teresina. O objetivo maior do estudo é calcular os gastos dos turistas nas viagens para identificar se o turismo na capital é superavitário ou deficitário.

A pesquisa ocorrerá em dois momentos distintos e com públicos alvo diferentes. A primeira, de Turismo Receptivo, durará 7 dias, de 20 a 26 de maio, e será feita na sala de embarque do Aeroporto. Ao todo, cerca de 400 questionários, contendo 16 perguntas cada, serão aplicados exclusivamente aos visitantes de Teresina.

Após o término desta primeira etapa, os pesquisadores darão início à pesquisa de Turismo Emissivo, que por ser mais longa, começará no dia 27 de maio e seguirá até o dia 9 de junho. Nesta avaliação, apenas os residentes em Teresina que estão retornando de viagem serão entrevistados, desta vez, na sala de desembarque do Aeroporto. Vale ressaltar que a quantidade de questionários e perguntas são iguais para ambas as pesquisas.

De acordo com o gestor da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), Venâncio Cardoso, acompanhar e traçar um perfil tanto de quem vem visitar Teresina, quanto de quem sai de Teresina para visitar outros locais, é fundamental para que o município compreenda essa dinâmica e possa intervir com mais estratégia nos pontos que precisam ser melhorados.

“Em 2013, a Semdec, por meio de pesquisas parecidas, conseguiu identificar que os negócios, a saúde e os eventos são as principais motivações de viagens para Teresina. Nosso intuito é justamente esse, dá continuidade às pesquisas para que no fim, ações estratégicas sejam pensadas na tentativa de cada vez mais melhorar a estrutura receptiva da capital”, pontuou.

Com a conclusão da última fase do estudo, os pesquisadores iniciarão o processo de tabulação dos dados. A previsão é que no final de junho os resultados sejam apresentados oficialmente, para que baseados nisso, os órgãos responsáveis possam intervir com maior eficiência nas políticas públicas que envolvem este setor.

SEMDEC reunirá prefeitos da Instância de Governança do Pólo Teresina

Na próxima terça-feira (16), as cidades que formam o Conselho da Instância de Governança do Pólo Teresina irão se reunir no Palácio da Cidade. A oportunidade veio após um convite do Prefeito de Teresina, Firmino Filho.

O principal objetivo da reunião é debater sobre os recursos federais disponíveis para investimentos turísticos nos municípios, debater o acesso a esses recursos, principalmente para projetos de interesse de municípios e iniciativa privada. Com isso, os representantes das cidades se nortearão a respeito da tramitação necessária.

A Governança Regional no Pólo Turístico Teresina tem como objetivo auxiliar a buscar de ferramentas para que cada unidade federada, região e município tenha meios para explorar da melhor maneira suas alternativas de desenvolvimento do setor de turismo. O Pólo Teresina é formado pelas prefeituras e entidades públicas e privadas de 13 municípios, de acordo com o Mapa do Turismo Brasileiro.

Vale lembrar que o Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), Venâncio Cardoso , foi agraciado no mês de junho do ano passado, com a presidência da Instância de Governança Regional no Pólo Turístico Teresina. A decisão foi tomada de forma coletiva e aberta, no Encontro de gestores sobre Instância de Governança Regional no Pólo Turístico Teresina.

Teresina registra aumento de atendimentos turísticos em postos da Semdec

Teresina registrou nos três primeiros meses de 2019 um movimento de 12.275 visitantes nas quatro Centrais de Atendimento ao Turista: Aeroporto, Terminal Rodoviário, Encontro dos Rios e Ponte Estaiada. Isso representa um crescimento de 109% em relação aos três primeiros meses de 2018, que registraram 5.881 atendimentos. Os dados foram levantados pela Coordenação Especial de Turismo da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec).

O posto de maior movimentação é o instalado no Terminal Rodoviário de Teresina, que proporcionou 3.626 atendimentos nos primeiros três meses de 2018, saltando para 5.160 no mesmo período de 2019. Vale ressaltar que os quatro postos de atendimento ao turista são de responsabilidade da Semdec.

Ainda de acordo com estes dados, de janeiro a março de 2019 verificou-se que a maioria dos turistas que visitaram os postos de atendimento são de São Paulo, representando 19,4% do total de pessoas atendidas, seguidos dos que procederam do Ceará, com 11,1%, e dos que procederam do Maranhão e de Brasília, ambos com 9,3%.

Além disso, a permanência média destes turistas em Teresina, nos meses de janeiro a março de 2019, esteve concentrada entre 1 e 3 dias. Visitas a parentes e férias foram os principais motivos de viagem naquele período, seguidos de negócios, como uma das motivações.

Ainda de acordo com o levantamento, 95% dos entrevistados informaram que desejam retornar a Teresina porque gostaram da cidade, 56,5% dos quais atraídos pelos familiares que residem na capital e 29,7% por apelos da Internet.

Os formulários de pesquisa foram aplicados no período de janeiro a março de 2019, junto aos turistas que visitaram as quatro centrais de atendimento, utilizando programa Google Drive para a realização da tabulação.

Pesquisa revela que organização e segurança foram os itens mais bem avaliados no Corso 2019

A organização do Corso de Teresina teve aprovação de 90,8% dos foliões que foram brincar na Avenida Raul Lopes este ano. É o que revela a pesquisa realizada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), durante a maior festa de pré-carnaval do Piauí. O objetivo do estudo era entender a opinião do público, o grau de satisfação e traçar o perfil da movimentação turística motivada pela festa.

De acordo com a pesquisa, os entrevistados avaliaram positivamente o novo formato do Corso proposto pela Fundação Municipal Cultural Monsenhor Chaves, que este ano trouxe palcos e bandas ao longo da avenida, agradando assim a maior parte dos foliões que estavam na avenida.

Com relação a segurança, a pesquisa mostrou que houve uma aprovação de 92,2% dos entrevistados. O Centro Integrado de Comando e Controle montado no evento constatou o registro de apenas oito pessoas conduzidas para Central de Flagrantes e registros de Boletim de Ocorrência relacionados a apenas crime patrimonial.

A pesquisa, que também visava traçar o perfil da movimentação turística, constatou que houve um aumento no fluxo de turistas. Em 2018, Teresina recebeu 8.400 turistas de outros estados, durante o Corso, número que passou para 13.800 em 2019, ou seja, houve um crescimento de 64,3% com relação ao ano anterior. Isso atingiu positivamente o fluxo de turistas que se utilizaram da rede hoteleira de Teresina, onde o setor observou o aumento de 10% em 2018, para 21,2% em 2019.

O coordenador da pesquisa, Eneas Barros, acredita que a quantidade de turistas de outros estados na festa do Corso foi motivada pelas ações da Semdec ao longo do ano anterior. “A Secretaria esteve divulgando a festa no Festival de Turismo de Gramado e na ABAV 2018. Lançamos também vídeos promocionais e melhoramos a divulgações das atividades culturais de Teresina por meio das redes sociais. Vale salientar que a promoção do Corso como produto turístico envolveu ainda a vinda de operadores de Turismo, agentes de viagem e jornalistas especializados para o Corso de 2019. Esperamos, com isso, gerar pacotes de viagem tendo o Corso 2020 como principal motivação, fazendo assim a festa crescer ainda mais”, disse.

Segundo o secretário da Semdec, Venâncio Cardoso, a pesquisa mostra à Teresina que vender o Corso como um dos seus principais produtos turísticos, gera ganhos reais para o setor. “A cidade de Teresina tem hoje uma festa muito bonita e organizada para atrair pessoas e visitantes e isso é extremamente importante para o setor do Turismo. Restaurantes, rede hoteleira, entre outros, ganham diretamente com o crescimento do Corso. A pesquisa mostra isso, já que de acordo com ela 74,1% dos entrevistados disseram desejar retornar ao Corso em 2020. Acredito que isso tudo também seja por causa das ações desempenhadas ao longo de 2018 pela Prefeitura de Teresina”, explica.

Semdec espera que Corso 2020 seja vendido como produto turístico

Uma cidade boa para fazer compras, comer bem e se divertir no Corso 2020. É assim que os agentes de viagens, operadores de turismo e jornalistas especializados que participaram do Famtour (familiarization tour, em inglês), promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), venderão Teresina a partir deste ano.

O Famtour possibilitou ao grupo conhecer vários restaurantes, visitar a Ponte Estaiada, Encontro dos Rios, Polo Cerâmico, Parque Floresta Fóssil, realizar um passeio de barco pelo Rio Poti e participar do Corso 2019. A programação foi toda pensada para mostrar o melhor de Teresina.

Formado por dois jornalistas, Ariel Figueroa (Coluna de Turismo-BA) e Felipe Lima (Editora Via-SP); três agentes de Turismo, Charles Nelson e Eliane Sena (Checkamos Turismo e Eventos-RJ), João Paulo da Silva (JP Turismo-PR) e Maria de Fátima Leite (Viajar Turismo-PA) e uma operadora de Turismo, Danielle Nunes (Mondial Turismo-ES), o grupo possui nomes reconhecidos nacionalmente.

A ideia do Famtour ocorreu depois de perceber interesse de empresas nacionais durante o Festival de Turismo de Gramado. O evento aconteceu em novembro do ano passado, no Sul do país, onde o secretário da Semdec, Venâncio Cardoso, apresentou as potencialidades turísticas de Teresina.

“A ideia é fazer com que essas pessoas, que mostraram interesse em conhecer Teresina, possam conhecê-la de fato e passar a vender nossa cidade como um destino turístico interessante. A equipe da Semdec se mobilizou para mostrar os números da cidade, mas também para mostrar nossas belezas, nossa culinária e, claro, o Corso 2019. Assim, nós queremos que eles promovam a vinda de grupos de turistas, em especial na época do Corso, hoje uma das principais manifestações populares da nossa cidade”, explicou o secretário Venâncio Cardoso.

De acordo com o coordenador Especial de Turismo da Semdec, Eneas Barros, vender o corso para o Brasil é algo importante para economia de Teresina, uma vez que a festa ajuda a movimentar números interessantes para a capital.

“Em 2018, por exemplo, o Corso movimentou recursos equivalentes a R$ 49,5 milhões, sendo que 14,7% desse total foram gerados pelos gastos dos turistas em função do Corso. Acreditamos que esse potencial deve ser cada vez mais explorado”, disse.