Regulamento do Selo Dona Saló é lançado no Palácio da Música

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec) e a Secretaria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres (SMPM) lançaram nesta segunda-feira o regulamento para as inscrições da 2ª edição do Selo Dona Saló.

O documento reúne as diretrizes que norteiam os cinco critérios de avaliação das empresas que desejam participar da premiação. Os critérios são: empregabilidade e liderança de mulheres; educação; prevenção à violência; igualdade salarial; saúde e qualidade de vida. O Selo visa reconhecer as empresas localizadas em Teresina que atuam ou estabeleçam projetos, programas ou ações em prol da igualdade de gênero.

“O Selo Dona Saló é uma importante ferramenta de reconhecimento da Prefeitura de Teresina para com empresas que se preocupam com a equidade de gênero na cidade. O Selo quer garantir e proteger os direitos das mulheres no mercado de trabalho. Reconhecer essas empresas é estimular que mais empresas reconheçam a importância dessa pauta. Algumas, de acordo com nosso diagnóstico anterior, já pautavam isso e nem sabiam, por isso é tão importante falarmos sobre o assunto”, explicou o secretário da Semdec, Venâncio Cardoso.

De acordo com a gerente de Articulação e Transversalidade da SMPM, Adriana Carvalho, o objetivo do selo é levar informação e combater preconceitos. “Com essa ferramenta pretendemos diminuir o preconceito e a discriminação contra a mulher, oferecendo a elas um ambiente de trabalho com qualidade de vida”, afirmou.

Para Marina Venuto, representante da BioAnálise, uma das empresas ganhadora da 1ª edição do selo, a premiação é importante por levar a cidade a conhecer quem são as empresas que se preocupam com a questão, mas principalmente, para motivar empresas que já são pioneiras na questão da equidade de gênero.

“Esse selo veio para nos motivar. Há valorização da mulher na nossa empresa e esse prêmio veio fomentar isso. Isso foi uma contribuição enorme para nos dizer que estamos no caminho certo. O nosso quadro de funcionários é formado 84% por mulheres, inclusive, os quadros de liderança são compostos também por maioria de mulheres”, ressaltou Venuto em sua fala.

O Selo “Dona Saló – Empresa Promotora de Igualdade de Gênero” será concedido a pelo menos três empresas de cada categoria, entre: pequenas, medias e grandes empresas, considerando o número de colaboradores da empresa.  As inscrições para as empresas interessadas iniciam na terça-feira (15), e seguem até o dia 11 de novembro.

Acordo Semdec e Ufpi

Na oportunidade, a Semdec assinou um acordo de cooperação técnica com a Universidade Federal do Piauí (Ufpi) que visa estabelecer uma parceria para que estudantes do Grupo de Estudos em Sistemas de Produção (Gesp), que pertence à universidade, integrem oficialmente a equipe de pesquisa e acompanhamento da 2ª Edição do Selo Dona Saló.

Projeto para reforma da Ponte Estaiada é apresentado em reunião do COMTUR

Estudantes do curso de Arquitetura da Universidade Federal do Piauí (UFPI) apresentaram, na manhã desta quarta-feira (19), um projeto de reforma do Complexo Turístico Ponte Estaiada, durante a última reunião do ano do Conselho Municipal de Turismo (COMTUR), ao qual o gestor da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), Venâncio Cardoso, é presidente.

A ideia é que a Semdec assine acordo de parceria com a Universidade para que o trabalho dos estudantes seja executado em 2019, estimulando a prática do trabalho acadêmico em benefícios para o município. Os estudantes apresentaram o pré-projeto sob a supervisão da professora responsável, Nícia Leite.

Durante a apresentação, os membros do Conselho tiveram a oportunidade de discutir com os alunos, apontando pontos positivos e negativos na proposta. Dessa forma, as soluções alternativas foram anotadas, para que o projeto possa ser reformado e passar pelas adaptações sugeridas pelos conselheiros.

As ideias para a reforma envolvem a criação de uma área para eventos, palco móvel, banheiros, estacionamento, trilhas, praça de alimentação e áreas verdes. Os custos de elaboração do projeto serão financiados pelo Fundo Municipal de Turismo (FUMTUR), com autorização do COMTUR, através de parceria entre a SEMDEC e a UFPI.

O presidente do COMTUR e secretário da Semdec, Venâncio Cardoso, disse que a assinatura do termo entre secretaria e universidade seria uma oportunidade ímpar para melhoria do maior atrativo turístico de Teresina.

“A Ponte Estaiada é nosso cartão de visita. Precisamos fazer esforços conjuntos para dar maior dinâmica àquele espaço, lembrando que em janeiro a SEMDEC, em parceria com a Fundação Monsenhor Chaves, realizará o ‘The Vejo na Ponte’, como forma de levar entretenimento não apenas para a população local, mas também para os nossos visitantes, então é extremamente necessário repensar a vida da Ponte e torná-la melhor”, explicou.

Reforma da Avenida Antonino Freire

Na mesma oportunidade, o Teresina Convention & Visitors Bureau apresentou proposta de reforma da Avenida Antonino Freire, com os ajustes que haviam sido solicitados pelo COMTUR em reunião anterior, considerando projeto para um novo Centro de Teresina.

Dentre as alternativas de ajustes, foram ressaltados as ciclovias e o novo projeto de iluminação e calçadas.